A notícia em primeira mão: 01/03/21 - 01/04/21

domingo, 28 de março de 2021

Atualização sobre a Covid-19 em Goiás e doses da vacina já aplicadas

 A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 473.464 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) no território goiano. Destes, há o registro de 448.282 pessoas recuperadas e 11.048 óbitos confirmados. No Estado, há 399.043 casos suspeitos em investigação. Já foram descartados 242.874 casos.​ 

Há 11.048 óbitos confirmados de Covid-19 em Goiás até o momento, o que significa uma taxa de letalidade de 2,34%. Há 319 óbitos suspeitos que estão em investigação. 

Em Goiás, desde o início desta semana há relatos de instabilidade no Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe), sistema oficial do Ministério da Saúde para registro dos casos e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Na quarta-feira (24/03), por exemplo, foi observado um número menor de óbitos registrados no Estado. A possível causa foi a dificuldade de salvar e atualizar as fichas de notificações. Assim, essa situação pode ter impactado no represamento de dados que, ao serem atualizados, culminaram no quantitativo de mortes registradas na quinta-feira (25/03) e nesta sexta-feira (26/03).

Além disso, o Ministério da Saúde suspendeu na quarta-feira (25/03) a atualização do sistema que previa o preenchimento obrigatório de alguns campos de identificação – número do CPF ou o número do Cartão Nacional do SUS, e se o cidadão for de nacionalidade estrangeira – no  (SIVEP-Gripe), onde é feita a notificação de casos e óbitos por SRAG por covid-19 hospitalizados. A medida ocorreu pois não houve aviso prévio comunicando tais alterações.

Doses aplicadas
Levantamento oficial realizado pela SES-GO apurou que, referente à primeira doseforam aplicadas 429.612 doses das vacinas contra a Covid-19 em todo o Estado. Em relação à segunda dose, foram vacinadas 117.424 pessoas. Esses dados são preliminares. 

Conforme pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), as Secretarias Municipais de Saúde devem registrar, de forma obrigatória, as informações sobre as vacinas administradas no módulo Covid-19 do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI Covid-19).

Em relação ao recebimento e distribuição de vacinas, o Estado de Goiás já recebeu  966.980 doses de imunizantes, sendo 809.280 da CoronaVac e 157.700 da AstraZeneca.

Painel Covid-19
O boletim com as notificações da SES-GO foi informatizado e realiza o processamento dos dados a partir dos sistemas do Ministério da Saúde (e-SUS VE e Sivep Gripe). Eventuais diferenças são justificadas por ajustes nas fichas de notificação pelos municípios, como por exemplo, a atualização do local de residência da pessoa.

Para conferir os detalhes dos casos e óbitos confirmados, suspeitos e descartados, acesse o painel Covid-19 do Governo de Goiás por meio do link http://covid19.saude.go.gov.br/

Sobre os dados
Desde as primeiras confirmações de doença pela Covid-19, a SES-GO divulga boletins diários com atualizações sobre os casos confirmados e óbitos. Os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. Os boletins são elaborados a partir dos dados inseridos nos sistemas e-SUS VE e SIVEP Gripe, do Ministério da Saúde, pelas diversas instituições de saúde cadastradas no Estado, conforme endereço de residência informado pelos usuários.

Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação.

O responsável pela notificação deve registrá-la e mantê-la devidamente atualizada nos sistemas oficiais de notificação, desta forma, se cada um fizer corretamente sua parte, a informação é democratizada e disponibilizada a todos em tempo oportuno.

quinta-feira, 25 de março de 2021

Goiás bate recorde e registra 4.963 novos casos de coronavírus em um dia, diz governo

 Goiás bate, nesta terça-feira (23), recorde de registros de novos casos de Covid-19 em um dia: 4.963 pessoas diagnosticadas. Até então, o aumento máximo em 24 horas era de 4.421, em 10 de março. Nas últimas 24 horas, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) contabilizou 168 mortes pela doença.

Ao todo, o estado contabilizou 459.039 pessoas contaminadas e 10.582 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

Destes, há o registro de 436.567 pessoas recuperadas. Outros 390.933 casos suspeitos estão em investigação. Ainda de acordo com a SES, existem 310 mortes sendo investigadas.

Com a identificação da prevalência da nova variante brasileira do coronavírus em Goiânia e outras regiões do estado, classificada pela SES como mais contagiosa e de perigo epidemiológico, a doença atingiu o pior momento desde o início da pandemia, conforme declarado pelo governo.

25 hospitais lotados

Com os altos índices de contaminados, a rede estadual de saúde tem 25 hospitais com 100% de ocupação dos leitos de UTIs, conforme o boletim desta terça-feira.

A taxa de ocupação das UTIs de Covid-19 na rede pública estadual chegou a 98%. Na enfermaria, 87% dos leitos estão ocupados.

terça-feira, 23 de março de 2021

Goiás tem 18 casos confirmados de coronavírus

 


Funcionários fazem coleta de amostras para testes de coronavírus em Goiás — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal

Funcionários fazem coleta de amostras para testes de coronavírus em Goiás — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal

O número de pessoas com coronavírus em Goiás subiu de 15 para 18 nesta sexta-feira (20), de acordo com boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Os confirmados são 9 em Goiânia, 2 em Anápolis, 3 em Rio Verde, 2 em Aparecida de Goiânia, 1 em Jataí.

Os casos suspeitos saltaram de 303 para 506 em um dia, e aguardam resultados de exames. O estado não registra mortes pela doença.

A SES ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

Após os primeiros casos confirmados, o governo estadual decretou uma série de medidas para conter o avanço da doença, como suspensão de aulas, fechamento de shoppings centers e comércios, além de instituir o trabalho em casa para funcionários públicos.

Os casos confirmados estão nas seguintes cidades:

  • Goiânia - 9
  • Rio Verde - 3
  • Anápolis - 2
  • Jataí - 1
  • Aparecida de Goiânia - 2

sábado, 20 de março de 2021

Goiás registra 103 mortes e 3.639 casos positivos de coronavírus em um dia, diz governo

 

Leito de UTI em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Divulgação/Prefeitura de Aparecida

Leito de UTI em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Divulgação/Prefeitura de Aparecida

Goiás registrou 103 mortes e 3.639 casos positivos de coronavírus em um dia, segundo balanço do governo desta quarta-feira (17). Ao todo, o estado contabilizou 444.509 pessoas contaminadas e 9.910 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

Destes, há o registro de 421.327 pessoas recuperadas e outros 374.022 casos suspeitos em investigação. Ainda de acordo com a SES, existem 254 mortes suspeitas por coronavírus.

A taxa de ocupação das UTIs de Covid-19 na rede pública estadual chegou a 97% nesta quarta-feira. Na enfermaria, 87% dos leitos estão lotados.

Em Goiânia, a situação é mais sensível. A ocupação dos leitos de UTIs está em 99%. Apenas uma vaga está disponível nesta quarta-feira. O nível da enfermaria também é alto: 96%.

Goiás registrou a maior média móvel de mortes do país nestes últimos quatro dias, ou seja, teve mais mortes do que o restante dos estados. Nesta quarta-feira (17), a média goiana era de alta de 210%, enquanto Sergipe, que ocupa a segunda posição, está com 122%.

Fila de espera por leitos

Até as 10h desta quarta-feira, o Complexo Regulador Estadual de Goiás informou que estava com 305 pedidos para internação em UTI para Covid-19.

A SES-GO ressaltou que nenhuma destas pessoas está sem atendimento. Elas recebem assistência em leitos que não são exclusivos para coronavírus nas unidades de origem do pedido até que sejam transferidas para hospitais dedicados aos casos confirmados de Covid-19.

Vacinação

Um levantamento oficial realizado pela SES apurou que, referente à primeira dose, foram aplicadas 310.110 doses das vacinas contra a Covid-19 em todo o estado. Em relação à segunda dose, foram vacinadas 91.253 pessoas.

Em relação ao recebimento e distribuição de vacinas, o estado já recebeu 718.680 doses, sendo 599.680 da CoronaVac e 119 mil da AstraZeneca.

terça-feira, 16 de março de 2021

Goiás registra mais de 432 mil casos e tem todas UTIs para Covid-19 ocupadas, diz governo

 



Leitos Goiânia hospital de campanha — Foto: Reprodução/TV Globo

Leitos Goiânia hospital de campanha — Foto: Reprodução/TV Globo

Goiás registrou 432.878 pessoas contaminadas e 9.537 mortes por coronavírus desde o início da pandemia. Foram 2.501 casos positivos e 65 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, segundo o balanço da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgado neste sábado (13). Às 16h, 101,52% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) estavam ocupados.

A SES explica que alguns hospitais registram mais de 100% de ocupação porque pacientes dão entrada com outra doença e depois descobrem que também estão com Covid-19. A partir daí, a pessoa é isolada em outra área, mas a quantidade de leitos para coronavírus continua a mesma.

Já os leitos de enfermaria para pacientes com coronavírus estavam com 89,09% de ocupação às 16h. Além das UTIs e destinadas ao tratamento da Covid-19, a taxa de lotação das UTIs normais era de 72,26% e as enfermarias, em geral, apontavam 45,34% de ocupação, na tarde deste sábado (13). Já os leitos de enfermaria para pacientes com coronavírus estavam com 89,09% de ocupação.

quarta-feira, 10 de março de 2021

Caminhão atravessa canteiro central, invade pista contrária e bate em dois carros em avenida de Rio Verde; vídeo


O acidente aconteceu por volta das 11h da última terça-feira (9), na Avenida Pedro Ludovico Teixeira, no Setor Nova Vila Maria.

O vídeo mostra quando o caminhão de carga atinge uma árvore no canteiro central, invade a pista contrária e, em seguida, bate em um Gol Volkswagen, que estava estacionado e ficou com o para-choque destruído. Em seguida, a carroceria da carreta bate contra um Fiat Strada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu os dois feridos. Um deles precisou ser encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento de Rio Verde.

Segundo a UPA, o homem teve uma fratura exposta no tornozelo esquerdo, já passou por cirurgia e passa bem.

Caminhão atravessa canteiro central, invade pista contrária e bate em dois carros em avenida de Rio Verde; vídeo — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Caminhão atravessa canteiro central, invade pista contrária e bate em dois carros em avenida de Rio Verde; vídeo — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Motorista perde controle da direção, invade pista contrária e atinge carros, em Rio Verde
Ciclista se arrisca na BR-060, em Rio VerdeMotorista flagra cavalos soltos em avenida no Parque Amazônia, em Goiânia

segunda-feira, 8 de março de 2021

Homem é preso suspeito de se passar por religioso e usar o nome do padre Robson para aplicar golpes em Goiás


O nome do suspeito não foi revelado. Por isso, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele.

Segundo o delegado Paulo Henrique Ferreira dos Santos, o suspeito se identificava como padre Geraldo e vendia viagens de peregrinações religiosas que nunca aconteceram. O empresário que denunciou o caso à polícia e provocou a investigação estima ter perdido R$ 15 mil com o golpe.

"A vítima nos informou que essa pessoa possui um afiado discurso religioso e um amplo conhecimento dos assuntos relacionados à Igreja Católica", contou o delegado.

De acordo com a denúncia, o homem alegava que a quitação das dívidas não era realizada devido aos problemas envolvendo o padre Robson, ex-reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, que era investigado na Operação Vendilhões, do Ministério Público de Goiás, por suspeita de desvio de doações de fiéis.

O golpe que motivou a investigação foi aplicado em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Porém, a polícia disse que ele também é investigado por estelionatos em Anápolis, onde ocorreu a prisão.

Segundo o delegado, o homem possui uma agência de viagens em seu nome, da qual se aproveitava para enganar as vítimas. A Polícia Civil informou ainda que ele já foi condenado por outros estelionatos e estava cumprindo pena no regime aberto.

Leia também