.

.

Hora Certa pra você

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Menores integram quadrilha que sequestrava donos de Hilux

A quadrilha era especializadas em sequestros relâmpago e roubos de caminhonetes Hilux.
Após 45 dias de investigação, policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFRVA) apresentaram na manhã desta terça-feira cinco homens, acusados de integrar uma quadrilha especializada em sequestros relâmpago e roubos de caminhonetes Hilux. A polícia acredita que ela seja responsável por, no mínimo, oito ocorrências do tipo.
Foram apresentados Breno Hugo Luiz de Oliveira, 19, Marcos Vinícius de Souza, 24, Pedro Henrique Porto Vieira, 25, Marcos Lopes de Araújo, 20, e Weuler Tavares Pinheiro, 24.  A polícia aguarda a emissão dos mandados do Juizado da Infância e Juventude para apreender os menores J.P.S. e V.H.S.R., ambos de 17 anos.
Segundo  o delegado Edson Cordeiro, adjunto da Furtos e Roubos e responsável pela investigação,  os menores eram os encarregados de abordar as vítimas.  Breno, Marcos Souza, Pedro Henrique e Marcos Lopes participavam do assalto durante o trajeto até a zona rural de Nova Fátima. No município, vizinho a Hidrolândia, as vítimas eram amarradas e abandonadas. Ainda segundo o delegado, todos agiam com muita violência e faziam questão de exibir as armas e fazer ameaças de morte. Weuler Pinheiro teria como função guardar e desmontar os veículos, em uma casa no Setor Urias Magalhães.
Dos oito veículos roubados, quatro já foram recuperados. Os sequestros relâmpago aconteceram nos setores  Bela Vista,  Coimbra, Marista e Bueno, na capital. Os cinco serão encaminhados ainda hoje para a Casa de Prisão Provisória (CPP) e responderão por formação de quadrilha, roubo qualificado e corrupção de menores, entre outros crimes.

Polícia apreende menor que matou colega de trabalho

Policia de Aparecida de Goiânia desvenda mais um crime!
A Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) de Aparecida de Goiânia desvendou o desaparecimento de dois menores, que trabalhavam juntos em uma empresa de recauchutagem de pneus naquela cidade, nas imediações da Casa de Prisão Provisória.
João Pedro, 17, que completaria 18 no próximo dia 05, foi morto a facadas e depois teve o corpo parcialmente destruído pelo menor E. F.C., de 16 anos. Os dois estavam desaparecidos desde a manhã do último domingo, quando E. cometeu o crime, escondeu o corpo e fugiu, temendo ser preso.
De acordo com a titular da Depai de Aparecida de Goiânia, delegada Mirían Vidal, E. confessou o crime e contou que matou o colega para não ser denunciado. À delegada o autor contou que João Pedro teria descoberto que ele estaria cometendo pequenos roubos e furtos na empresa em que ambos trabalhavam e teria ameaçado denunciá-lo.
Vendedor e usuário de drogas e sem família em Goiás, E. teria atraído João para a empresa, onde o esfaqueou duas vezes. Em seguida, jogou o corpo na caldeira da empresa, usada para derreter pneus. O que não foi destruído foi jogado em uma cisterna, na Rua Karajás, Quadra 56, no Jardim Eldorado.
A polícia foi acionada ontem pela mãe de João Pedro, desesperada com o sumiço do filho, que não tinha antecedentes criminais e, segundo a delegada, foi descrito pelos colegas de trabalho e de escola como "um ótimo menino".  E. ficará apreendido na Depai e deve cumprir medida sócio-educativa.

PM liberta família vítima de sequestro relâmpago em SP

O filme conta o desespero das vítimas de um sequestro relampago.
A Polícia Militar prendeu um suspeito e libertou uma família --pai, mãe e filho-- vítima de sequestro relâmpago, na zona sul de São Paulo, na noite de terça-feira (28). A família foi abordada por dois homens e um adolescente, armados com dois revólveres, quando parou o carro em um farol na Avenida Francisco Morato, na vila Sônia, por volta das 21h30.
Os criminosos entraram no carro das vítimas e um deles assumiu a direção, seguindo em direção à favela de Paraisópolis. Dois criminosos ficaram com a família em uma viela da favela, enquanto outro saiu com o carro e os cartões para realizar saques e fazer compras.
Um dos homens foi preso pela polícia quando dirigia o carro das vítimas pela rua Silveira Sampaio, na Fazenda Morumbi. Ele confessou o crime e indicou o local onde a família era mantida refém. Os criminosos fugiram antes da chegada da polícia, abandonando as vítimas.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Violência setor nove deixa saldo negativo duas mortes e um ferido

Os dois jovens ficaram estirados no chão vítimas da violância.
A noite de segunda feira (27/02) tornou-se trágica com uma movimentação próximo ao Colégio Estadual Princesa Daiane, no setor 09, com três jovens sendo baleados por elementos que estavam utilizando um Opala preto. Eles chegaram atirando em direção de três jovens, sendo que um maior e dois menores, sendo dois morreram no local.
Segundo boletim da Policia Militar apenas Yuri S. Nascimento era maior, 23 anos os outros dois era menores, sendo eles MOS que morreu no local e JRS, que foi baleado com um tiro nas costas e foi levado para o hospital e seu estado inspira cuidados. A Policia Civil já esta investigando o caso e acredita que seja acerto de contas, a região é muito conhecida devido ao tráfico de entorpecentes.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Polícia Civil do Entorno está com viaturas paradas por falta de gasolina

Viaturas novas e a falta de gasolina para exercer as atividades de rotina. (Reprodução)
As viaturas da Polícia Civil do Entorno estão estacionadas nas portas das delegacias, há cerca de três semanas, por falta de combustível. Em 21 de outubro do ano passado, os agentes da região paralisaram as atividades a fim de reivindicar melhores condições de trabalho. Quatro meses depois, a situação parece ainda pior do que na época da mobilização. A precariedade chegou a tal ponto que, desta vez, delegados e agentes só trabalham se eles próprios abastecerem os carros.
Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública e Justiça de Goiás informou que o problema de abastecimento das viaturas do Entorno é pontual. Segundo o texto, alguns carros ficaram sem condições de rodar porque “está em andamento a migração do atual processo de abastecimento por outro”.
O novo modelo funcionará por meio de cartão magnético. A justificativa do governo do Estado para o racionamento de gasolina numa das regiões mais violentas do país não convenceu moradores e comerciantes. “Por isso, foi necessário fazer uma otimização do uso de combustível até que o processo, previsto para ser concluído até o fim da próxima semana, esteja em pleno funcionamento”, destaca a nota.

Projeto exige exame toxicológico para emissão de carteira de motorista

Está em análise na Câmara o Projeto de Lei do deputado licenciado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que torna obrigatória a realização de exame toxicológico para a emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Atualmente, os motoristas são obrigados a fazer exames de aptidão física e mental para obter a carteira e, a cada cinco anos, para renová-la. No caso de pessoas com mais de 65 anos, a renovação ocorre a cada três anos. O projeto acrescenta a obrigatoriedade de exame toxicológico para a emissão e renovação da CNH.
O autor afirma que muitos acidentes são causados por condutores que usam substâncias químicas. “Elas provocam alterações psíquicas e físicas. Como no caso do motorista alcoolizado, aquele que faz uso de drogas é tão ou mais causador de acidentes no trânsito”, ressalta. Ribeiro destaca também que a maconha causa relaxamento e lentidão de reflexos e ações, além de perturbação na capacidade de calcular tempo e distância. Já a cocaína e o crack levam a agitação e agressividade, estimulando o motorista a guiar em alta velocidade e gerando perda da sensibilidade na tomada de decisões.
“Com o uso dessas substâncias, o condutor tende a fazer manobras bruscas e mudanças de faixa de maneira súbita. O exame toxicológico fará com que o motorista fique um determinado período sem usar drogas para que o teste dê um resultado limpo, ou seja, ausência de drogas no organismo. Com isso, vamos promover mais segurança no trânsito”, considera Ribeiro.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

O mundo através de um clique

Secretaria Sandra e un dos formandos. (Foto Beto Castanheiro)
*Afrânio Pedreira

Mais uma turma de formandos do Curso de Informática, promovido pela Secretaria Municipal do Trabalho de Águas Lindas em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), recebeu certificação. A cerimônia de entrega dos diplomas aconteceu na  sede da própria secretaria e contou com a participação da secretária da pasta, Sandra Helena Ferreira que entregou os certificados.

“Toda vez que fazemos a entrega de certificados é mais vitória para mim e todos os meus colaboradores e parceiros do que pra eles, formandos”, emociona-se Sandra. Conforme ela, o esforço de buscar parceiros e implementar cursos em que a formação e a capacitação de mão de obra é evidenciada, gratifica a toda a equipe imensamente. Afinal, formar e lançar pessoas capazes para o mercado de trabalho é uma das funções da secretaria e representa, além de sustento financeiro, dignidade.

Parte da turma de formandos com a secretária do trabalho Sandra.
Conforme a secretária, foi em meados de 2010, que sua pasta formalizou parceria com a UnB, para a formação digital dos agentes de saúde dos postos médicos de Aguas Lindas. A categoria recebeu, gratuitamente, curso de Noções Básicas de Informática e Acesso à Internet. Depois, a proposta foi aberta às comunidades carentes do município.

Esta, foi a entrega de certificação da primeira turma formada por alunos da comunidade.  O curso foi totalmente gratuito, ministrado por professor da área e com um computador para cada aluno. O treinamento foi  realizado no pólo de informática, localizado na própria Secretaria de Trabalho. 

Os candidatos fichas-sujas até o momento são 15

Lei de INICIATIVA POPULAR, a lei da Ficha Limpa é, sem dúvida, uma das mais bonitas da nossa história. Apresentada por iniciativa popular, com cerca de dois milhões de assinaturas, a Lei da Ficha Limpa prevê a inelegibilidade de candidatos que tiverem condenação por órgãos colegiados ou que renunciarem ao mandato para evitar processo de cassação 
Às 16h desta quinta-feira, (16/02/2012) foi proferido pelo ministro Ayres Britto o sexto voto favorável à constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, formando-se assim a maioria necessária para que todos os novos casos de inelegibilidade previstos na lei complementar aprovada pelo Congresso e sancionada em 2010, a partir de iniciativa popular, passem a ser aplicados já aos candidatos às eleições municipais de outubro de 2012!

Veja a lista de fichas-sujas:
Adib Elias (PMDB), Batista Pereira (PR), Betinha Tejota (PSB), Bruno Kalil Fonseca (PSC) , Chico Abreu (PR), Dirceu Araújo (PSDB), Fábio Tokarski (PCdoB), Isaura Lemos (PDT), Jorge Carneiro (PRB), José Macedo (PR), José Nelto (PMDB), Magda Mofatto (PTB), Malvina Maria da Silva (PT), Marlúcio Pereira (PTB), Pedro Wilson (PT).

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Pequeno traficante não vai mais para prisão

Penas alternativas para os pequenos traficantes.
Uma resolução do Senado abriu brecha para que pequenos traficantes possam cumprir penas alternativas, em vez de ficar na prisão. O ato suspendeu um trecho da legislação de entorpecentes que proibia a conversão do cumprimento de pena na cadeia nos casos de tráfico de drogas em punições mais leves, como a prestação de serviços comunitários. A decisão foi tomada a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu que essa proibição da troca de penas era inconstitucional.

Aprovada em 2006 pelo Congresso e envolta em polêmicas discussões, a lei de entorpecentes ficou famosa por endurecer as punições a traficantes – a pena mínima para o tráfico subiu de 3 para 5 anos, por exemplo – enquanto abrandava as penas voltadas aos usuários de drogas.
O objetivo era combater o tráfico e, ao mesmo tempo, focar na recuperação do usuário. A nova resolução, porém, relativiza essas diferenças, permitindo que pequenos traficantes que sejam réus primários com bons antecedentes e não tenham vínculos comprovados com organizações criminosas também possam prestar serviços comunitários, de acordo com o julgamento de cada caso.

Advogados e juristas que defendem a diminuição das prisões por causa de crimes mais leves, por outro lado, são favoráveis à mudança. "Defendo plenamente a conversão da pena em casos específicos. Quando são pequenas quantidades de drogas e não se trata de um traficante conhecido ou que tenha tido condenações reiteradas, a pena alternativa de prestar serviços à comunidade acaba sendo mais útil tanto ao próprio condenado quanto à sociedade", rebate o advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. Para ele, a pena de prisão deve ser exclusiva para quem causa graves riscos à sociedade. "A prisão pode ser uma escola do crime para pequenos traficantes sem antecedentes."

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Câmara de Vereadores abre os trabalhos 2012 é o último ano desta gestão

Momento de abertura dos trabalhos no Palácio Legislativo da cidade. (Beto Castanheiro)
*Afrânio Pedreira
Com nova roupagem, de cara, pintura e mobiliários novos, a Câmara de Vereadores de Águas Lindas de Goiás, na manhã desta quarta-feira, 15.02, em sessão solene com a presença de todos os seus pares e com plenária lotada, abriu os trabalhos do último ano da gestão 2009/2012. Foi a 16ª sessão da 4º legislatura da casa, agora sob o comando do vereador Rogemberg da Silva Barbosa (PR/GO) que está no seu terceiro mandato e realizando o sonho de presidir aquele parlamento. Como acontece religiosamente há 16 anos, o prefeito de Águas Lindas, Geraldo Messias esteve no local para prestigiar o poder legislativo, acompanhado do seu vice, Antônio Francisco Alves, o Sabóia.  “Eu jamais poderia deixar de vir aqui para desejar uma boa política a todos e parabéns o vereador Rogemberg Barbosa pela presidência, a meu ver, justa e merecida”, declarou o prefeito.

O prefeito Geraldo Messias esteve presente no evento. (Beto Castanheiro)

Com pulso forte e determinação, a começar pelas significativas e visíveis mudanças que fez no espaço da casa, inclusive com a criação de mais dois gabinetes, sala de recepção e sistema de ar condicionado, o novo presidente teve todas as honrarias e parabéns dispensados pelos seus pares. “Parabéns presidente. Tenho certeza de que o nosso voto não será em vão. O senhor vai fazer um excelente trabalho à frente desta casa”, disse o vereador líder do governo, Luis de Aquino (PRB/GO).

Para que o ano de trabalho na casa seja de sucesso, a pedido do presidente Rogemberg, o cantor gospel Ozéias e o vereador Luis de Aquino clamaram as bênçãos de Deus. O primeiro por meio da música e o segundo pela leitura do salmo 136 que diz: “.... que os irmãos vivam em união”.

“Neste ano, que é de eleição, temos que mostrar a todos que o nosso legislativo tem credibilidade. Então, vamos mostrar celeridade nas matérias que tramitam na casa”, ressaltou o presidente. Para ele, rapidez na condução e votação das matérias em pautas é a forma de mostrar aos aguaslindense que a casa está trabalhando e produzindo. Os trabalhos na Câmara Municipal de Vereadores, com votação de matérias, tiveram início nesta quinta-feira, 16.02. Entra em recesso no sábado (18) e retoma após o carnaval.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Bira é ameaçado de morte os autores deixaram marcas


No cartaz ficou a ameça de morte, mostrando que o diretor não está agradando aos autores. (Foto TVCMN)
Na manhã ontem (16/02), o CIRETRAN de Águas Lindas foi vítima da violência que deixou sua marca no portão de entrada com dois tiros e um cartaz com ameaça de morte de duas pessoas, o diretor Bira e o vistoriador. Desde que o diretor Ubiratan Sampaio assumiu a direção ele iniciou uma reformulação no sistema de trabalho que não agradou a muita gente que utiliza dos serviços da unidade de Águas Lindas. Bira  ficou chocado com a violência praticada por vândalos, e citou que “toda mudança sempre atrapalha interesses de alguns”.
A Policia Militar preservou a cena da violencia  até a chegada da Policia Cientifica. (Foto TVCMN)
Segundo o diretor, quando chegava para trabalhar se deparou com algumas marcas de disparos de arma de fogo no portão do CIRETRAN onde tinha um cartaz fixado que dizia “ Ainda restam duas, senhor diretor uma é sua e outra do seu vistoriador”. APolicia Cientifica esteve no l ocal fazendo levantamento para iniciar as investigações, tudo indica que o trabalho foi feito por profissionais aconstumado a fazer chantagens, mesmo assim as investigações estão bem adiantadas.
Bira desconhece os motivos que ocasionou este terror. “Estou apenas esta fazendo meu trabalho e não quero comprometer minha passagem pelo departamento”.  Recentemente  uma equipe de técnicos de Goiânia esteve fazendo  uma investigação, sobre documentos que foram extraviados. Este trabalho é um procedimento de rotina, afirma Bira, não justifica uma ameaça de morte como esta acredita que o seu trabalho esta ferindo interesses de alguns, mas isto não vai me amedrontar, vou continuar trabalhando, foi para isto que fui designado para o cargo, finalizou.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Polícia apreende 70 quilos de maconha em Águas Claras

A maconha seria distribuida em Brasilia e Entornoo> (Reprodução)
Droga estava em imóvel que era usado apenas para armazenamento. Delegado estima que maconha apreendida vale entre R$ 70 e R$ 80 mil. A polícia do Distrito Federal encontrou nesta terça-feira (14) cerca 70 quilos de maconha em um apartamento em Águas Claras. De acordo com o chefe da 4ª Delegacia de Polícia, no Guará, Jeferson Lisboa, o apartamento funcionava como estoque para um serviço de “disque drogas”.
Um homem de 33 anos foi detido e, segundo a polícia, confessou que vivia da comercialização do produto. Lisboa estima que a droga apreendida vale entre R$ 70 e R$ 80 mil. “Ele mora em Águas Claras e tinha esse apartamento só para armazenar a droga. No local, ele mantinha muito incenso para evitar que o cheiro da maconha, que é característico, se espalhasse.”
Jovens de classe média são presos por tráfico e receptação de carro no DFSuspeita de nove assaltos, 'miss do crime' é presa no DFNo apartamento, foram encontradas duas balanças de precisão e, no carro do detido, R$ 3 mil em dinheiro e um cheque de R$ 4 mil. A polícia chegou ao traficante após uma denúncia anônima. Se condenado, ele pode pegar até 15 anos de prisão por tráfico de drogas.

Polícia Federal apreende 13 quilos de cocaína no aeroporto de Brasília

A droga esta acondicionada em balões de festa.
Droga estava em bagagem de mulher de 28 anos, em balões de festa. Ela estava indo de Porto Velho para Natal e disse estar desempregada. Polícia prende mulheres suspeitas de usar criança em tráfico no DF Suspeita de nove assaltos, 'miss do crime' é presa no DF Polícia desbarata laboratório de fabricação de crack no DFA Polícia Federal apreendeu nesta terça-feira (14) 13 quilos de cocaína no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília.
A droga estava na bagagem de uma mulher de 28 anos que saiu de Porto Velho, em Rondônia, com destino a Natal, no Rio Grande do Norte. Em escala no aeroporto de Brasília, cães farejadores ajudaram a identificar a cocaína, que estava armazenada em balões de festa. A mulher está presa na Superintendência da PF e vai responder por tráfico interestadual de drogas, com pena de até 15 anos de prisão. A assessoria da PF informou que ela disse ser desempregada e que receberia R$ 4 mil pelo transporte da droga.

Duas novas varas criminais para Águas Lindas.

O prefeito Geraldo Messias com Secretário de Segurança de Goiás João Furtado.(Beto Castanheiro)
Afrânio Pedreira
O desembargador Vitor Barbosa Lenza, presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), na manhã desta quarta-feira (15), assinou decreto para instalação de duas novas varas criminais em Águas Lindas de Goiás. Com isto, a municipalidade totaliza cinco varas, sendo três delas cíveis para tratar de assuntos de natureza patrimonial como obrigações e contratos, por exemplo. A cerimônia aconteceu no auditório do Fórum da cidade e teve a participação do alto poder judiciário goiano, do prefeito Geraldo Messias, vereadores da municipalidade e autoridades locais.
“É um momento importante. A cidade ganha muito com essas duas novas varas criminais. É mais uma conquista”, disse o prefeito. Para ele, a implantação das mesmas vai representar dar respostas rápidas à sociedade sobre crimes ocorridos no município. Conforme o juiz Luiz Flávio Navarro, diretor do Fórum de Águas Lindas, a cidade estava precisando urgentemente de que o judiciário local fosse aumentando. Hoje, em uma casa em que só existem três juízes, 26 mil processos tramitam. “Com as duas novas varas e a entrada de mais dois juízes, vamos ter uma melhora considerável no andamento dos autos”, garantiu.
Para que Águas Lindas fosse contemplada com a extensão da representatividade judiciária, o TJGO considerou, principalmente, conforme Vitor Lenza, além de várias observações técnicas, os altos índices de criminalidade na região, levantados junto à SSP/GO. “A cidade precisava urgentemente dessas duas varas. O índice de violência na cidade é muito grande e o judiciário tem que acompanhar as necessidades da sociedade”, ressaltou.
A notícia foi também celebrada pelo Secretário de Segurança Pública de Goiás, João Furtado de Mendonça Neto. Para ele, as varas que ora estão sendo implantadas fecham um ciclo que, aos olhos da segurança pública, é de fundamental importância. “Delegado, promotor e juiz para determinar as sentenças é uma combinação perfeita”, destacou. Segundo ele, em Águas Lindas existem cerca de seis mil mandados de prisão expedidos e o recolhimento ao cárcere de criminosos ainda é a forma mais segura de proteção da sociedade. Águas Lindas é o segundo município goiano em número de casos de latrocínios (roubo seguido de morte), o terceiro em quantidade de estupros e o quarto em roubo a estabelecimentos comerciais.
A implantação das duas varas criminais na cidade abre a lista de instalação de outras em comarcas do Entorno do DF. No total serão oito novas unidades, criadas por lei estadual. Cristalina, Cidade Ocidental, Novo Gama, Valparaíso e Santo Antônio do Descoberto também serão beneficiadas.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Jornalista é assassinado na divisa com o Paraguai

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) enviou uma nota assinada lamentando o fato.
O jornalista Paulo Roberto Rodrigues Cardoso, 51 anos, foi assassinado no início da madrugada desta segunda-feira, 13, em Ponta Porão (MS), na divisa com o Paraguai. Dois homens não identificados dispararam 12 tiros com armas de calibre 9 milímetros contra a vítima e fugiram em uma motocicleta. Seis projeteis acertaram o profissional que morreu por volta de 5h, em um hospital da cidade situada a 320 quilômetros de Campo Grande, separada do Paraguai pela Avenida Brasil, onde aconteceu o homicídio.
Cardoso deixa dois filhos, esposa e trabalhava há 30 anos no Jornal da Praça, antigo diário de Ponta Porã e era diretor de redação do site de notícias Mercosul News. Segundo o delegado Clemir Vieira Júnior que está investigando o caso, o crime pode "ter sido executado por pistoleiros contratados". A ex-esposa do jornalista, Nilda Cardoso, 49 anos, disse o ex-marido não comentava nada sobre trabalho em casa. "Eu desconheço qualquer ameaça ou desavença que poderia criar uma situação dessa".
A Polícia Civil não recebeu qualquer queixa de Cardoso e informou não existir antecedentes policiais que poderiam, envolve-lo direta ou indiretamente como "um ficha suja na polícia". Imagens das câmeras instaladas na Avenida Brasil, estão sendo analisadas e colegas da imprensa local ouvidos sobre o assunto na Delegacia Central de Polícia Civil de Ponta Porá, principalmente repórter das áreas políticas e policiais, editorias preferidas pela vítima.
A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) enviou nota, assinada pelo presidente da entidade Celso Schroder, ao sindicato da categoria na Grande Dourados, com jurisdição em Ponta Porã, lamentando o fato e solicitando providências urgentes no esclarecimento de mais "uma ocorrência de extrema violência contra os profissionais da imprensa brasileira". A nota acrescenta que Cardoso era bom profissional, respeitado na região e amava a profissão.

Testemunhas de acusação são ouvidas durante julgamento do caso Eloá

O acusado Lindemberg Alves, de 25 anos, no Fórum de Santo André, no ABC Paulista.
Três testemunhas de acusação já foram ouvidas hoje (13) durante o julgamento de Lindemberg Alves, de 25 anos, no Fórum de Santo André, no ABC Paulista. Lindemberg é acusado da morte de sua ex-namorada, Eloá Cristina Pimentel, ocorrida em outubro de 2008.
Lindemberg responde também pelo crime de cárcere privado. Além de manter Eloá como refém, ele manteve ainda cativo três amigos da vítima, entre eles Nayhara Rodrigues, que foi ferida a tiro no rosto. Ela foi uma das pessoas ouvidas na tarde de hoje (13).
O julgamento começou por volta das 10h50 e prossegue, sem previsão de término. Segundo o Tribunal de Justiça, ainda devem ser ouvidas neste primeiro dia mais duas testemunhas de acusação. A previsão inicial do Tribunal de Justiça é que o julgamento termine na quarta-feira (15).

PMs são suspeitos de 25 homicídios durante greve


Assembléia que finalizou a greve da policia na Bahia.
Balanço preliminar da Secretaria de Segurança Pública da Bahia aponta que, no período da greve parcial da Polícia Militar no Estado, entre a noite de 31 de janeiro e a noite de sábado, ocorreram 180 homicídios na região metropolitana de Salvador - 111 na capital e 69 nos demais municípios.

 A média diária de homicídios na região, de 15, foi mais que o dobro do que a registrada nas semanas anteriores à paralisação, de 6,7 por dia, e levou o mês a ser o fevereiro mais violento já registrado na região, apesar de ainda estar chegando à metade. O maior índice para fevereiro inteiro, registrando anteriormente, havia sido em 2010, com 172 assassinatos. No domingo, primeiro dia após o fim da paralisação, foi registrado mais três homicídios na região, dos quais um na capital.
Segundo dados do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), há "fortes indícios" de execução em 45 dos 180 casos. Entre eles, existe a suspeita de participação de policiais ou ex-policiais militares em "de 25 a 30" assassinatos no período, segundo o diretor do órgão, delegado Arthur Gallas. Os "15 ou 20 restantes" são atribuídos a disputas entre traficantes de drogas e cobranças de dívidas do tráfico.
"Os crimes suspeitos de envolver policiais são característicos desses grupos que fazem segurança clandestina em áreas populares, a pedido de comerciantes", afirma Gallas. "Em todos esses casos, as vítimas são jovens, negras, usuárias de drogas, sem residência fixa, com histórico de furtos e roubos nas regiões em que circulavam. Pessoas que prejudicam os negócios dos comerciantes."
Dificuldades. De acordo com Gallas, há "vários PMs suspeitos" de envolvimentos nos crimes, mas há dificuldades nas investigações - entre outros motivos, pela pouca colaboração dada por próprios integrantes da PM. "As corporações têm conhecimento de muitos dos casos, mas eles são abafados, pela própria cultura dos militares", avalia.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Tiro na cabeça predomina em mortes em Salvador

A violência predominou durante a greve dos policiais.
Dos 109 mortos em Salvador durante dez dias de greve de PMs, 59 foram baleados na cabeça, o que sugere que as vítimas não tiveram chance de defesa.  "Tiro na cabeça não é para se defender ou só ferir. É para matar", disse o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa, Arthur Gallas.
O levantamento  revela que a violência foi maior na periferia. Houve 99 mortes em bairros pobres, dominados por milícias e onde "comboios da morte", formados por criminosos em até quatro veículos, mataram ao menos 26 pessoas. Em regiões de classe média, foram dez vítimas.  No Rio, 11 bombeiros foram presos e um dos sindicatos de policiais civis suspendeu a participação na greve até quarta.

Polícia prende onze pessoas no DF e Entorno suspeitas de crime eleitoral

 
Policia Federal prendeu onze suspeitos na operação Anhuma.
Onze pessoas foram presas pela Polícia Federal, na manhã de quinta-feira (9/2), em quatro cidades, no Distrito Federal e Entorno, por crime eleitoral. De acordo com as informações divulgadas pela Superintendência da PF, todos são suspeitos de transferir ilegalmente o título de eleitor do DF para Águas Lindas, município a 47 quilômetros de Brasília.
Segundo o delegado Vítor Campos, durante a operação, intitulada Anhuma, foram cumpridos os mandados de prisão temporária em Ceilândia, Brazlândia, Planaltina (DF) e Valparaíso (GO). Vítor Campos disse que, para conseguir realizar a transferência do título, os envolvidos apresentavam comprovantes de residência falsos. Explicou ainda que a prática desse tipo de crime é muito comum em período de eleições, caso de Goiás, que passará pelo pleito municipal neste ano. Em troca, as pessoas receberiam dinheiro ou emprego.
As investigações foram iniciadas há seis meses, quando a PF foi alertada pelo cartório da 28ª Zona Eleitoral de Águas Lindas sobre a grande quantidade de transferências de títulos eleitorais para o município goiano. Campos disse que as pessoas presas não disseram a pedido de quem estavam transferindo do título, mas que as investigações vão continuar para descobrir os candidatos envolvidos e os cabos eleitorais.
Até o momento nenhum nome foi revelado. Os que foram presos na operação hoje estão à disposição da Justiça de Águas Lindas, que deve decidir se eles ficarão presos ou se serão liberados. Criminalmente, os envolvidos responderão pelo crime de declaração de informação falsa e podem pegar até cinco anos de prisão. (Fonte: Correio Brasiliense )

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Polícia prende quarto suspeito de espancar jovem no Rio

    


O quarto suspeito de espancar o jovem Vítor Suarez Cunha, 21 Tagredido após defender um mendigo no Rio-- foi preso nesta terça-feira. Felipe Melo dos Santos, ouvido ontem pela polícia, se apresentou hoje a tarde à 37ª DP (Ilha do Governador). Segundo o delegado Deoclécio de Assis Filho, apenas o quinto suspeito de agredir Cunha, já identificado, segue foragido. Outros três agressores foram presos ainda no fim de semana.

O jovem deve deixar o CTI (Centro de Tratamento Intensivo) amanhã. No domingo (5), ele passou por uma complexa cirurgia para reconstrução da face e recebeu 63 pinos de titânio, 8 placas e uma tela para consolidar as fraturas provocadas por socos e chutes. O grupo foi indiciado por tentativa de homicídio. Dois dos cinco suspeitos já tem passagens anteriores pela polícia por agressão e ameaça.
O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira (2), na praça Jerusalém, no Jardim Guanabara. Segundo o irmão de Vítor, Vinícius, 28, o estudante de desenho industrial estava com um amigo, identificado como Kleber, quando viu o grupo bater no morador de rua. Kleber correu para defender o homem e acabou sendo agredido também. A polícia também deve ouvir amanhã um soldado da aeronáutica que manifestou solidariedade aos presos nas redes sociais.

 Na internet Yuri Monteiro Ribeiro, lotado na Brigada de Infantaria do Galeão, pede a liberdade de um dos presos e afirma que "se Justiça valesse de alguma coisa, ele já estaria preso há muito tempo". O soldado diz ainda que "se estivesse na briga, ele (Cunha) não estaria vivo". Em nota a Aeronáutica repudiou o comportamento do soldado e prometeu instaurar um inquérito administrativo para investigar as declarações. Caso condenado, Ribeiro pode ser expulso da corporação.

O jovem Vítor Suarez Cunha, 21 Tagredido após defender um mendigo.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

PRF flagra motociclistas em alta velocidade na BR-060

Operação Jaspion 3, com o intuito de flagrar os motociclistas conhecidos como jaspeiros.
Motociclistas conhecidos como jaspeiros trafegam em alta velocidade, no trecho da BR, entre Brasília e Goiânia Com o objetivo de evitar que mais mortes ocorram e que outros usuários da BR-060 sejam expostos a riscos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou dia 29 pela manhã na rodovia a Operação Jaspion 3, com o intuito de flagrar os motociclistas conhecidos como jaspeiros em alta velocidade, no trecho da BR, entre Brasília e Goiânia.
Noventa motociclistas foram multados e parados no bloqueio por excesso de velocidade. Desses, 37 tiveram suas motos apreendidas e 24 foram detidos. A multa que eles deverão pagar é R$ 540. Os que tiveram as motos apreendidas também tiveram de pagar pelo deslocamento das mesmas até o Posto Policial da PRF e ainda prestar esclarecimentos no 1° Distrito Policial de Anápolis.
De 2010 para cá, os grupos de amigos, todos conduzindo motocicletas potentes, que saem de Goiânia, Brasília e Anápolis com destino ao Restaurante Jerivá, aos domingos de manhã têm se tornado cada vez maiores, assim como os problemas causados pela alta velocidade praticada por eles no trecho da rodovia.
De acordo com a PRF, em seis meses, três motociclistas com este perfil morreram no trecho da BR-060. Os dois últimos, Jaimir Matsui, de 52 anos e Isaque Ribeiro, de 23 anos, bateram suas motos esportivas e potentes no mesmo local, uma curva no quilômetro 72 da rodovia. O acidente de Isaque ocorreu no último dia 16, uma semana após o que vitimou Jaimir. Ambos dirigiam acima de 200 quilômetros por hora, perderam o controle das motos e bateram contra a grade de proteção da via.

Genarc apreende 340 pedras de crack e 5Kg de maconha

O Genarc tem sido atuante nos combates das drogas.
Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Itumbiara, realizaram duas operações, uma delas em um posto de combustível, na BR-153, em Goiatuba, os policiais apreenderam cerca de 340 pedras de crack e quatro pessoas foram presas.
Na segunda operação, realizada em Itumbiara, outra pessoa foi presa com 5 quilos de maconha após desembarcar de um ônibus que vinha de Uberlândia (MG). Segundo a polícia, até o momento é a maior apreensão de pedras de crack em Goiás.

Homenagem a PMs Esforço e dedicação reconhecidos

Prefeito Geraldo Messias entregou homenagem ao Cel Biano. (Foto Beto Castanheiro)
*Afrânio Pedreira

A manhã de sexta-feira, 27,01, foi de reconhecimento profissional para mais de 100 policiais militares com lotações no 13º Comando Regional da Polícia Militar (CPRM), 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e 35º Comando Independente da Polícia Militar (CIPM) que se destacaram em 2011, nos âmbitos operacional e administrativo. A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no auditório do Tribunal de Júri do Fórum de Águas Lindas e teve as presenças do prefeito Geraldo Messias; da primeira dama Luzia de Fátima; do comandante do 13º CPRM, ten. cel. Alexandre Freitas Elias; deputado estadual Hildo do Candango; o juiz Guilherme Sarri Carreiro, o presidente da Câmara de Vereadores, Rogemberg da Silva e outras autoridades municipais.
A militar Edna recebe homenagem das mãos da primeira dama Luzia de Fátima e Geraldo Messias. (Foto Beto Castanheiro)

Como a cerimônia requeria, o hino nacional brasileiro foi executado e acompanhado solenemente por todos. Os agraciados, inclusive os que passaram para a reserva remunerada e familiares de policiais que morreram, não no exercício da profissão, mas por doenças psicossociais provocadas em decorrência das atividades, receberam das mãos das autoridades que compuseram a mesa seus honrosos certificados e posaram para fotos.
Homenagem póstuma aos familiares do Cabo Mota. (Beto Castanheiro)
“É uma profissão que, muitas vezes é incompreendida e até criticada, mas que merece ser reverenciada. Todos estão de parabéns”, disse o Cel. Elias. Ao todo foram homenageados 17 profissionais do 13º CRPM; 27 do 17º BPM; 27 do 35º CIPM; sete homenagens especiais, sendo quatro para policiais que foram para a reserva e três póstumas, a familiares de PMs falecidos. “Para mim é muito importante ter sido reconhecido. Representa a compensação de todo o meu esforço”, contou o soldado Silvério Gonçalves, 42 anos que passou para a reserva há quatro meses, depois de 17 anos de efetivo exercício na polícia.   
Prefeito Geraldo Messias entregando homenagem ao cabo Ronaldo. (Beto Castanheiro)
“Toda a corporação está de parabéns por defender tão bem a ordem da nossa cidade”, ressaltou o prefeito Geraldo Messias. Segundo ele, o parabéns à categoria é devido, não só à vocação que todo policial deve ter para exercer a profissão, mas pela atos de bravura em defender a população tão bem.  Embora todas as atividades desenvolvidas pelos policiais tenham sido levadas em contas, conforme o Ten.Cel Elias pesaram mais no processo de escolha dos homenageados os números de prisões em flagrante delito; de armas apreendidas e capturas de foragidos e de pessoas.
Os homeageados receberam as condecorações com alegria. (Foto Beto Castanheiro)
O ponto alto da cerimônia foi a leitura da carta “Enquanto todos dormem”, escrita meses antes pelo soldado Alex Oliveira Susart, morto em 21 de janeiro deste ano aos 31 anos de idade, na cidade de Pocunem, no estado do Mato Grosso do Sul, feita pelo Cel. Elias. Nela, o soldado confidenciou: “enquanto todos dormem, estou em lugares que alguém nunca pensou em ir” e “enquanto todos dormem, estou com medo de morrer, mas defendendo a segurança pública...”. E a carta, ele finalmente dedica: “a todos os policiais que, como eu, só querem voltar vivos para casa”.

Leia também