A notícia em primeira mão

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Emissão de licenças para caçadores mais que triplica no governo Bolsonaro

 O ritmo de emissão de licenças para caçadores mais que triplicou durante o governo do presidente Jair Bolsonaro, mostra levantamento do G1 em parceria com o Fantástico. Em 2 anos e 8 meses de gestão, de janeiro de 2019 a agosto de 2021, o Exército concedeu 193.539 certificados de registro (CRs) para caçadores no Brasil. É um aumento de 243% em relação aos 56.400 emitidos entre 2016 e 2018.

A caça é proibida no Brasil. A única exceção é o javali. Desde 2013, a legislação autoriza o manejo do animal - ou seja, o abate para evitar que se reproduza de forma descontrolada, contamine rebanhos de porcos e destrua plantações. E desde que o animal não sofra maus-tratos.

Hoje existem cerca de 250 mil caçadores legalizados no país. Como só o manejo do javali é autorizado, todas essas pessoas só têm permissão para abater este animal.

Investigação do Fantástico mostra que pessoas estão usando o manejo do javali como pretexto para se armar e praticar a caça esportiva, o que é proibido.

A equipe de reportagem descobriu que o CR é oferecido por despachantes e clubes de caça ao redor do país, sem necessidade de saber usar armas ou ter problemas com javali.

O teste psicológico pode ser feito pela internet, diz. "Se a pessoa não for louca, consegue passar." Com o CR, que leva três meses para sair, o caçador pode encomendar o armamento.

A liberação da caça é uma das promessas de campanha de Jair Bolsonaro. Desde que ele assumiu a presidência, o governo federal já publicou 37 decretos, portarias e projetos de lei que facilitam o acesso a armas e reduzem a fiscalização dos Colecionadores, Atiradores e Caçadores (CACs). A Justiça barrou várias dessas medidas.

Vários beneficiaram diretamente os caçadores, como o decreto que permite a eles a posse de 30 armas, sendo 15 de uso restrito, como fuzis.

Cada caçador pode comprar também até 90 mil munições por ano. Para ter uma ideia, isso permite dar 246 tiros por dia, todos os dias do ano.

"Haja javali para que todos esses tiros sejam gastos com esse manejo", diz Ivan Marques, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. "É mais uma razão para essa atividade ser bem regulada e bem fiscalizada. Coisa que hoje nós sabemos que não acontece."

Antes de ir atrás do javali, o caçador também precisa do certificado de registro das armas de fogo e de autorizações do Ibama e do dono da fazenda que estaria tendo prejuízo por causa do animal.

Com a guia de tráfego, outro documento expedido pelo Exército, o caçador fica liberado para transportar armas e munições até os locais de manejo.

"Você pode ir do Rio Grande do Norte até aqui no Rio Grande do Sul. Onde tiver javali, você pode ir. Não tem problema nenhum", afirma um despachante.

A equipe de reportagem descobriu que vários caçadores que vivem nas cidades vão para o interior só para atirar. Iniciantes chegam a gastar até R$ 100 mil num kit, que inclui documentação, viagem, cachorros, roupas temáticas, armamentos e munição.

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Audiência Pública da Água Consórcio – SANEAGO/CAESB

 

Nesta Terça-Feira (14) foi realizada audiência pública sobre a crise no abastecimento de água em nosso município, o evento aconteceu na Câmara Municipal de Águas Lindas de Goiás, e contou com a participação do poder executivo representado pelo Prefeito Dr.Lucas Antonietti, Vice-Prefeito Jorge Amaro, Presidente da Câmara Everaldo Veículos, Presidente da CAESB Pedro Cardoso, Presidente da SANEAGO Ricardo Soavinski, Vereadores do Município, diretores e técnicos do Consórcio Saneago/Caesb e sociedade civil.

O Prefeito Dr.Lucas Antonietti cobrou medidas urgentes à direção do consórcio frente ao colapso que vive hoje os moradores que em alguns casos estão há mais de trinta dias sem água em suas residências. 

Prefeito Municipal Lucas Antonietti

“ Mais uma vez é um momento histórico para nossa cidade, pois há 15 dias nosso sistema de abastecimento de água está em colapso, convocamos a SANEAGO, para trazer para a população uma resposta a curto e médio prazo. Estamos tratando de um assunto básico que é a água, e com o marco regulatório do saneamento ficou muito claro a importância que as empresas sejam elas estaduais, públicas ou privadas de entregar o serviço, isso é fundamental porque a população na ponta padece.”Disse Dr. Lucas Antonietti

Situação Atual 

Águas Lindas de Goiás, hoje, é a maior cidade do Entorno do Distrito Federal, tendo nos últimos 10 anos duplicado sua população. Essa característica, naturalmente, afetou a capacidade não só dos serviços de saneamento, como da infraestrutura urbanitária como um todo. Em face disso, as equipes da Saneago seguirão em ritmo intenso em busca de resultados efetivos, iniciando a preparação para a próxima estiagem assim que houver o retorno do período chuvoso.

O município conta hoje com abastecimento de água tratada universalizado, atendendo a 100% da população de cerca de 214 mil habitantes. No entanto, devido à severa estiagem, estamos enfrentando alerta de emergência hídrica, não só em Goiás, mas também em outros estados da Região Centro-Sul do País (incluindo Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná).

No mais, é fundamental destacar que, num plano macro, o município está inserido no escopo de abrangência do Sistema Produtor Corumbá. Esta obra, que impactará a região em médio e longo prazo, está em fase final de conclusão e deve contribuir para que Águas Lindas figure, definitivamente, entre as melhores cidades em garantia de segurança hídrica para a população.

“Desde o início do ano, uma força-tarefa possibilitou a perfuração de oito novos poços profundos, que já reforçaram o abastecimento em 25%. Quatro destes estão interligados e somam uma vazão extra de 226 metros cúbicos por hora, sendo que a interligação dos demais ocorrerá até o fim do ano. Foram executados, nas últimas semanas, mais de 2.000 metros em ampliações de redes de distribuição, além de serviços que possibilitaram aumento da vazão de 15 poços existentes.” Disse o Presidente da SANEAGO, Ricardo Soavinski

Presidente da Saneago, Ricardo Soavinski

Esgotamento sanitário

O município de Águas Lindas conta com uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que é modelo nacional em tecnologia. A unidade foi inaugurada em 2017 e já atende 47,2% da população. Trata-se de uma das mais modernas do País, incluindo quatro estações elevatórias, redes coletoras de esgoto, interceptores e linhas de recalque. Dotada de equipamentos automatizados de última geração, a ETE Águas Lindas tem nível de tratamento que prevê remoção de 94% de matéria orgânica e 99,9% de patógenos, com vazão de 305 l/s, que poderá chegar a 600 l/s.

O Vereador Líder de Governo James Farias declarou que a população mais uma vez deu uma aula de como resolver os problemas da água com clamor popular, demonstrando uma revolta, insatisfação gigantesca em relação ao descaso do Consórcio SANEAGO e exigiu medidas urgentes da empresa, pois há mais de 35 dias em alguns bairros inúmeras famílias estão sem água.

Presidente da Saneago, Ricardo Soavinski.

“Não adianta a empresa vir aqui com parecer técnico que não traz soluções, nem resposta imediata à população. Queremos amanhã mesmo solicitar ao Prefeito que envie para Câmara Projeto de Lei  que cria agência reguladora nesse município, para que os vereadores possam fiscalizar e exigir que a empresa SANEAGO cumpra os parâmetros e enquadramentos necessários para atender à população .”  Disse o Líder de Governo na Câmara, Vereador James Faria.

Vereador e líder do governo na câmara, James Faria.

O Prefeito Dr.Lucas Antonietti ainda esta semana se reunirá com os 21 Vereadores para discutir medidas emergenciais para o problema , dentre elas, viabilizar projeto que lei que cria a Agência Municipal de Águas da Cidade para maior eficiência na fiscalização dos serviços.

 

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Funpreval promove evento de capacitação e certificação aos conselheiros da previdência do município

 

O Funpreval – Fundo de Previdência Social dos Servidores do Município de Águas Lindas de Goiás promoveu na tarde desta quarta-feira (15) um Curso de capacitação certificação aos conselheiros do Fundo de Previdência do município.

OUÇA A MATÉRIA

O evento aconteceu na Escola Municipal Antônio de Jesus Leite no bairro Jardim Querência e contou com um total de 12 servidores na turma.

O curso dará aos conselheiros a certificação do CGRPPS – Certificado de Gestor para Regime Próprio de Previdência Social. Esta certificação é obrigatória para o Comitê de Investimento e em breve para o Conselho do fundo.

Viviane Vieira, Diretora da Jornada da Educação.

“ muito importante essa atualização, o conteúdo, as informações e todos eles estão sendo capacitados para continuar, a gestão e gerir na melhor forma as reuniões e principalmente que é o futuro deles porque eles são servidores”  ressaltou Viviane Vieira, Diretora da Jornada da Educação.

O gestor do órgão Funpreval Professor Valdevino Gomes falou sobre a importância deste curso ministrado aos membros do Conselho Municipal de Previdência, dando oportunidade de capacitação  a todos e que esta certificação é inédita no município de Águas Lindas de Goiás.

Professor Valdevino Gomes – Gestor do Funpreval

“ Esse é o nosso objetivo, oferecer um trabalho de qualidade , com transparência e sempre visando o bem comum dos nossos beneficiários e contribuintes”  ponderou Valdevino Gomes

O Funpreval está à disposição de todos os contribuintes e beneficiários com toda sua equipe técnica trabalhando com responsabilidade na previdência social que é uma seguridade para todos os servidores do município.

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Goiás ultrapassa 23 mil mortes por Covid-19

 

Reprodução em 3D do modelo do novo coronavírus (Sars-CoV-2) criada pela Visual Science. Dentro do verde mais claro, as bolinhas vermelhas representam o 'centro' do vírus, o genoma de RNA; as bolinhas verdes são proteínas 'especiais', que protegem esse material genético. Ao redor do verde, o vermelho mais fraco é a 'casca', feita de uma membrana retirada da célula hospedeira. O vermelho mais vivo são as proteínas 'matrizes' codificadas pelo vírus. As 'pontas' que saem do vírus são as 'lanças de proteínas', que o vírus usa para se conectar às células hospedeiras e infectá-las.  — Foto: Reprodução/Visual Science

Reprodução em 3D do modelo do novo coronavírus (Sars-CoV-2) criada pela Visual Science. Dentro do verde mais claro, as bolinhas vermelhas representam o 'centro' do vírus, o genoma de RNA; as bolinhas verdes são proteínas 'especiais', que protegem esse material genético. Ao redor do verde, o vermelho mais fraco é a 'casca', feita de uma membrana retirada da célula hospedeira. O vermelho mais vivo são as proteínas 'matrizes' codificadas pelo vírus. As 'pontas' que saem do vírus são as 'lanças de proteínas', que o vírus usa para se conectar às células hospedeiras e infectá-las. — Foto: Reprodução/Visual Science

Goiás registrou 995 casos de Covid-19 e 32 mortes em 24 horas, conforme boletim divulgado pelo governo na tarde desta quarta-feira (15).

Desde o início da pandemia, o estado contabiliza 840.489 contaminados e 23.015 óbitos causados pela doença, segundo o informe.

Ainda conforme o boletim, 807.718 pessoas conseguiram se curar da doença. Outros 603.959 casos e 486 óbitos suspeitos estão em investigação. No estado, a taxa de letalidade do vírus é de 2,74%.

Ocupação dos hospitais

A rede hospitalar estadual está com 47,79% dos 550 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados. O índice na enfermaria é de 30,02%.

Em Goiânia, das 285 vagas de UTI implantadas, 62,65% estão em uso. O índice na enfermaria, que tem 280 leitos implantados, é de 26,40%.

O Complexo Regulador Estadual, que administra pedidos de internação, está com sete pacientes na fila de espera por uma UTI e nove pessoas aguardam por um leito de enfermaria.

Vacinação

Vacina e Covid-19: Devo escolher a vacina ou esperar chegar aquela que eu quero?
--:--/--:--

Vacina e Covid-19: Devo escolher a vacina ou esperar chegar aquela que eu quero?

O estado já recebeu 8.404.230 doses de vacinas contra a Covid-19. O levantamento realizado pela SES registrou que foram aplicadas 4.439.219 primeiras doses. Já o reforço foi dado a 2.217.847 pessoas.

Casos confirmados

  • O governo estadual registrou os três primeiros casos de Covid-19 em 12 de março de 2020;
  • Em 6 de maio de 2020, Goiás ultrapassou 1 mil casos confirmados e atingiu 45 mortes;
  • Em 14 de agosto, o estado ultrapassou 100 mil casos confirmados da doença;
  • Goiás registrou recorde de casos em um dia em 9 de junho, com 7.031 novos infectados;
  • Em 24 de agosto, Goiás atingiu 800 mil casos de Covid-19.

Mortes confirmadas

  • primeira morte por coronavírus registrada em Goiás foi em 26 de março de 2020;
  • Em 7 de outubro, Goiás ultrapassou 5 mil mortes pela doença;
  • recorde de mortes em 24 horas foi de 267 óbitos, registrado em 10 de março de 2021;
  • Em 30 de maio, o governo informou que a doença provocou 17 mil mortes;
  • Em 20 de agosto, o estado contabilizou 22 mil vítimas.

Leia também