A notícia em primeira mão: 01/09/21 - 01/10/21

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Linhão de Tucuruí: Bolsonaro anuncia obra que liga Roraima a sistema elétrico nacional

 


Murillo FerrariGabrielle Varelada CNN

Em São Paulo e em Brasília

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, nesta quarta-feira (29), que o governo federal obteve a última autorização necessária para iniciar as obras do Linhão do Tucuruí, que ligará Manaus, capital do Amazonas, a Boa Vista, capital de Roraima.

Roraima é o único estado do país que não está integrado ao sistema elétrico nacional e depende desse projeto para sair do isolamento energético.

PUBLICIDADE

“Tínhamos pressa em resolver a questão do Linhão Manaus-Boa Vista (…) Há mais de 10 anos, Roraima não estava integrada com o resto do Brasil na questão energética”, disse o presidente, em cerimônia no estado para marcar os 1.000 dias de seu governo.

“Até que ontem à noite a ‘cegonha apareceu’. Ontem à noite, o último obstáculo para o início das obras foi vencido. E nós temos uma pedra aqui do lado, a pedra fundamental para o início da construção do linhão”, completou, prometendo revelar mais informações sobre a obra em outro evento, às 16h.

Bolsonaro destacou o trabalho de alguns de seus ministros para destravar a obra. “Temos a Damares Alves, que colaborou bastante para a obra de Tucuruí, seus contatos, suas idas e vindas para buscar as comunidades indígenas para buscar autorização porque ele passa por reservas indígenas”, disse.

“Também em Porto Velho, nosso ministro da defesa, general Braga Netto, que também teve uma participação enorme nessa posição porque quando se fala dos nossos irmãos indígenas sempre as Forças Armadas estavam presentes”, completou Bolsonaro.

Ele disse que as obras devem durar aproximadamente três anos até serem concluídas. “Então, esse pesadelo, em menos de três anos, deixará de existir neste estado maravilhoso chamado Roraima.”

O Linhão de Tucuruí foi licitado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2011, no governo de Dilma Rousseff (PT). O projeto prevê uma linha de transmissão de 715 quilômetros entre as duas capitais, dos quais 125 km passam por terras do povo indígena Waimiri Atroari.

Prioridade do governo Bolsonaro

Em fevereiro de 2019, Bolsonaro, anunciou que o Conselho de Defesa Nacional declarou o linhão uma obra de interesse nacional. Com isso, o governo poderia seguir o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) firmado no caso da demarcação da Raposa Serra do Sol.

decisão da Corte diz que “o usufruto dos índios não se sobrepõe aos interesses da política de defesa nacional” e, assim, obras e “exploração de alternativas energéticas (…) serão implementadas independentemente de consulta às comunidades indígenas envolvidas, assim como à Fundação Nacional do índio (Funai)”.

O início da obra está autorizado sem a necessidade de licenças ambientais desde 13 de julho, quando o Executivo federal sancionou a Medida Provisória (MP) que viabiliza a capitalização da Eletrobras.

A empresa participa do consórcio contratado para operar o Linhão de Tucuruí por meio de sua subsidiária, a Eletronorte.

Preço do gás de cozinha

O presidente Bolsonaro também comentou o preço do gás de cozinha e disse que o valor cobrado pelos revendedores não é justificado.

“O [governador de Roroima, Antonio] Denarium fala do gás de cozinha, diminuindo imposto de gás de cozinha, de 17% para 12%. E disse ainda aqui no corrente ano irá zerar [o imposto para] o gás de cozinha. Dizer a vocês que no início deste ano eu zerei os impostos federais no gás de cozinha“, relembrou o presidente.

“A mesma coisa vem fazendo o nosso governador Wilson [Lima], aqui presente, do estado do Amazonas. O preço do gás, lá onde ele engarrafado no botijão de 13 quilos, está na faixa dos R$50, não justifica, na ponta da linha, estar custando em média R$ 130”, completou o presidente.

Bolsonaro afirmou que zerando o imposto federal, como ele fez, e o estadual, como os dois governadores estão fazendo, será possível “buscar a compra direta do gás de cozinha”, assim como poderá acontecer se for aprovada uma Medida Provisória sobre a venda direta de etanol.

O presidente disse que, com a possível venda direta do gás de cozinha, “ele vai cair à metade do preço”. “Não justifica, na origem custar R$ 50 o botijão de gás e, na ponta da linha, R$ 130. Esse preço vai cair, se Deus quiser. Podem ter certeza.”

5° rodada do 3°Campeonato Municipal de Fut7 Feminino de Águas Lindas de Goiás.

 

Neste domingo (26) aconteceu a 5° rodada do 3°Campeonato Municipal de Fut7 Feminino de Águas Lindas de Goiás.
O Campeonato iniciou com 10 equipes aqui da nossa cidade, onde os jogos serão disputados no Centro Oeste futebol Society nas tardes de domingo.

Foram 5 jogos disputados com muita garra entre as atletas aonde destacamos esse gol da equipe do Pimenta no confronto União Dourado 1 X 3 Pimenta.

Esperamos que através desse campeonato possam surgir mais equipes na nossa cidade e mais oportunidades para que nossas atletas possam disputar.

É o Governo Municipal trabalhando para você .

Secretaria Municipal de Esportes

Universitária que caiu da bike após assédio afirma: "Me senti um lixo"

 

Andressa Lustosa teve apenas escoriações, mas poderia ter sido atropelada. Suspeito foi detido por importunação sexual e lesão

+

A estudante de direito Andressa Lustosa afirmou à Record TV que se sentiu um objeto após ter sido tocada por um homem enquanto andava de bicicleta no último domingo (26) em Palmas, no interior do Paraná. Ela se desequilibrou, caiu e teve escoriações, mas poderia até ter sido atropelada.

"Eu fiquei em choque e me sentindo, como qualquer outra mulher se sentiria, se passando por uma situação como essa, de objeto. Me senti um lixo, vamos falar bem a verdade. Uma situação muito desagradável, degradante. É nojento", disse.

Nas redes sociais, ela já havia se pronunciado: "Nós, mulheres, não temos um minuto de paz. Saio de casa para andar de bicicleta e volto toda machucada por uma atitude covarde dessas".

Nas imagens postadas, dá para ver o momento em que Andressa passa de bicicleta e o passageiro de um carro coloca a mão para fora e toca nas nádegas dela. Naquele momento, ela se desequilibra e cai. Algumas pessoas que presenciaram a ação ajudaram Andressa a se levantar.
Universitária que caiu da bike após assédio afirma: "Me senti um lixo"

Universitária que caiu da bike após assédio afirma: "Me senti um lixo"

REPRODUÇÃO RECORD TV

O motorista e o passageiro do veículo que praticaram assédio contra a universitária serão indiciados por importunação sexual e lesão corporal, segundo o delegado Felipe Souza, responsável pela investigação. 

O vídeo com o flagrante do assédio foi compartilhado pela jovem nas redes sociais e viralizou. Em entrevista coletiva nesta terça-feira (28), a polícia afirmou que o acompanhante que encostou o mão no corpo de Andressa foi detido, e o motorista já foi identificado.

"Eles tinham plena consciência e controle da ação. O condutor foi quem lançou o carro em direção à vítima e o carona foi quem passou a mão em Andressa", afirmou o delegado.

Se condenados, a pena pode variar de dois a dez anos, já que a pena para importunação sexual é de um a cinco anos, o mesmo intervalo para casos de lesão corporal em que há perigo de vida.

O delegado informou ainda que havia quatro pessoas no carro no momento do fato, sendo um deles adolescente. Um dos jovens que ocupavam no banco de trás disse que foi contra a atitude e relatou que todos os integrantes do automóvel estavam embriagados.

Outras mulheres fizeram denúncias de situações semelhantes. "O problema está enraizado, outras mulheres estão sofrendo com isso. O assédio não é brincadeira, é crime", lembrou Andressa.

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Isenção do Imposto de Renda pode chegar a R$ 5 mil no Senado

 Isenção do Imposto de Renda pode chegar a R$ 5 mil no Senado

Reprodução / Twitter @rpsenador
Isenção do Imposto de Renda pode chegar a R$ 5 mil no Senado

O senador responsável por elaborar o texto da Reforma do Imposto de renda, Angelo Coronel, quer elevar a faixa de isenção da proposta para R$ 5 mil por mês. Com isso, seriam 25 milhões de pessoas contempladas pelo benefício, afirmou ele em entrevista ao Jornal O Estado de São Paulo. 

Hoje, o limite é R$ 1.903,98. Na reforma do ministro da Economia Paulo Guedes, passaria para R$ 2.500, mas o senador quer dobrar o valor. 


"Espero emplacar e aumentar a fContinua após a publicidadeaixa de isenção até R$ 5 mil por mês. Sairíamos de 16 milhões de pessoas que estão até a faixa de R$ 2,5 mil para em torno de 25 milhões. A mudança aprovada na Câmara é muito pequena. Há casos em que a pessoa tem uma economia de R$ 7 por mês. É praticamente insignificante", disse.

O relator pretende entregar o parecer até o início de novembro à Comissão de Assuntos Econômicos da Casa, onde seria analisada antes de ir ao Plenário. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco,  afirmou nesta terça-feira (28)  que propostas de natureza tributária devem ser apreciadas "o mais rapidamente possível".

O relator concorda com a necessidade de acelerar a medida e não vê dificuldade para aprovação rápida da proposta.

"Na questão do Imposto de Renda, tem a anualidade, para entrar em vigor em 2022 tem de aprovar até o fim deste ano. Teremos tempo folgado para ser pautado, aprovado e ainda ir para a Câmara referendar, ou não, as mudanças do Senado", disse Angelo Coronel.

A reforma, junto com a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) são os 'trunfos' da equipe econômica para retomar o crescimento do país, que ficou estagnado no segundo trimestre do ano. 


"São pequenas coisas que precisamos fazer, mas são urgentes. O medo do mercado é que haja uma falta de compromisso fiscal. O medo do mercado é que as eleições vêm aí e as pessoas ficam alucinadas em vésperas de eleição. Todo mundo fica nervoso, quer ganhar voto, gastar dinheiro. Isso pode ser o caminho de uma derrota eleitoral", afirmou, em evento de dirigentes lojistas.

A PEC dos Precatórios e o Imposto de Renda é necessário para abrir espaço no Orçamento para o novo programa social, chamado de Auxílio Brasil.


segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Comunicação em Ação- visita do Governador Ronaldo Caiado nas cidades de Valparaíso e Ocidental.

 

No dia 13 de setembro, a Prefeitura de Águas Lindas de Goiás, por meio da Secretaria de Comunicação, acompanhou a visita do Governador Ronaldo Caiado nas cidades do entorno sul de Goiás, Valparaíso e Ocidental. 

O Secretário de Comunicação Marcos Alexandre, cumprindo o planejamento semestral do Projeto Comunicação em Ação, representou o Prefeito Dr. Lucas Antonietti que não pode estar presente por motivo de agenda.

Em Valparaíso 474 famílias receberam em mãos as chaves e as escrituras dos seus apartamentos.

Na Cidade Ocidental foram vistoriadas mais de 26 quilômetros da GO-521 que foram 100% reconstruídos, com investimentos de R $11,3 milhões, um trecho que era intransitável.

Na ocasião, o governador visitou a prefeitura, o Parque Tecnológico do Alphaville e inaugurou a nova sede da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Queremos agradecer ao governador por ajudar o nosso município de Águas Lindas e também todo o entorno Sul de Goiás, estamos muito felizes com os benefícios tragos para a nossa cidade. E nós só temos que agradecê-lo por essa parceria.” destacou o Secretário Marcos Alexandre.

Secretaria de Educação realiza o lançamento do Projeto Aprova Brasil

 

A Secretaria de Educação realizou na tarde desta segunda-feira (20), o evento de lançamento oficial do projeto Aprova Brasil. O projeto é uma solução educacional que envolve gestores  da Secretaria de Educação, gestores escolares, professores e alunos viabilizando a otimização do aprendizado de forma presencial, híbrida ou remota sem sacrificar a qualidade do ensino.

OUÇA A MATÉRIA

 

O lançamento aconteceu na quadra de esportes da Escola Municipal Vereador Érico Sousa Ferreira, no Jardim Brasília e contou com a presença do prefeito Lucas Antonietti, o vice, Jorge Amaro. Representando o secretariado, o secretário de Educação, Evandro José. Estiveram presentes também vereadores do município, representantes da empresa Soluções Moderna, diretores e professores da rede municipal de ensino.

O Aprova Brasil é muito além do que um material didático, é uma solução completa, além de ser uma metodologia de ensino de alto padrão, possui recursos impressos e digitais para alunos da rede pública municipal. É também uma consultoria de gestão pedagógica trazendo uma revolução à rede de ensino.

Damaris Silva – Gerente de Serviços Educacionais da Editora Moderna falando sobre o projeto.

O prefeito Lucas Antonietti falou da importância na modernização do ensino público e do planejamento do governo municipal para investir pesado na qualidade da educação:

“ Nossa meta é tornar o nível das escolas municipais melhor do que as escolas particulares.

Até o fim desse mandato, nós iremos trabalhar para que em cada sala de aula tenha um ar-condicionado. Os pais dos nossos alunos terão orgulho de ter seu filho matriculado na rede pública municipal” Disse o prefeito Lucas Antonietti

O Secretário Municipal de Educação , Evandro José reconheceu o trabalho e empenho de todos os servidores diante do desafio do eminente retorno gradual às aulas presenciais e os cuidados com a realidade ainda da pandemia no município.

“Agradeço primeiramente a Deus e ao prefeito Lucas por estar à frente da educação. Nós vamos continuar trabalhando firmes mas com responsabilidade nesse momento que ainda é delicado não só em Águas Lindas mas em todo o estado de Goiás e Brasil. Quero parabenizar a cada servidor da educação, desde o vigia , ao professor, ao diretor” disse Evandro José.

Hoje a rede municipal de ensino  conta com cerca de 21 mil alunos matriculados. As aulas neste momento, continuam 100% remotas. A Secretaria de Educação irá gerir o retorno as aulas presenciais gradativamente de acordo com o cronograma de vacinação no município.


Leia também