A notícia em primeira mão: 01/06/21 - 01/07/21

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Após 20 dias de buscas, Lázaro é localizado e morto em Goiás

 O foragido Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, foi morto durante confronto com as forças policiais na manhã desta segunda-feira (28), conforme anunciou a Polícia Militar de Goiás. A troca de tiros foi em Itamaracá, em Águas Lindas de Goiás, região onde ele estava sendo procurado desde a noite de domingo (27). Após ser baleado, ele chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Mais cedo, o governador do Estado, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o suspeito, serial killer, teia sido preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura informaram que ele estaria morto

"Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso. Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", disse o governador.


Ta aí, minha gente, como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido

Lázaro está morto; veja imagens

 

Foragido desde o último dia 9 de junho, após uma chacina no Incra 9 (Ceilândia), Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi morto após troca de tiros com policiais nesta segunda-feira (28).

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciou nas redes sociais a prisão. Minutos depois, a Polícia Civil de Goiás (PCGO) confirmou a morte. Com entusiasmo, Caiado anunciou a prisão e disse que “Goiás não é Disneylândia de bandido”. Foram 20 dias de buscas.

Veja vídeo da captura:

Chacina

Lázaro passou 20 dias foragido desde a última quarta-feira (9), quando invadiu a chácara de Cláudio Vidal de Oliveira, 48, e Cleonice Marques Andrade, 43. Eles moravam com os filhos Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. A suspeita é que o homem tenha adentrado a residência da família para roubá-los. Cleonice teria percebido a invasão e tentado ligar para um familiar relatando o caso. Lázaro reagiu matando o marido e os filhos de Cleonice e fugiu com ela em cerca de 10 minutos.

Três dias depois, o corpo de Cleonice foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF) no Córrego da Coruja, localizado entre a BR-070 e a DF-180. Lázaro raptou Cleonice após invadir a casa dela e matar o marido e os dois filhos da mulher. Cleonice estava nua e com ferimentos na nádega esquerda quando foi encontrada. O irmão dela reconheceu o corpo. A 24ª Delegacia de Polícia (Setor O) registrou a ocorrência da localização do cadáver.

Lázaro morre após ser pego pela polícia em Goiás

Lázaro Barbosa, criminoso procurado pela polícia de Goiás há 20 dias, foi morto pela corporação nesta segunda-feira (28). Anteriormente, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia informado no Twitter que Lázaro tinha sido preso.

"Acabo de receber nesse momento uma informação de todas as forças de segurança que estão ali na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso. Cumprimentar a todos aqueles que estão ali há vários dias trocando informações e chegando a esse resultado final com a prisão do Lázaro. Meus cumprimentos a todas as forças de segurança que ali interagiram, trabalharam com determinação para mostrar que a lei está acima de tudo. Um abraço a todos — disse ele, num vídeo compartilhado na rede social.

Lázaro, condenado por assassinatos e estupros, estava foragido e era procurado por uma série de crimes na Bahia em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro em Girassol, em Goiás.

sexta-feira, 18 de junho de 2021

Moradores do Jardim Brasília II são contemplados com os títulos de regularização dos seus lotes

 

A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás realizou mais uma edição do Programa Morar Legal.

OUÇA A MATÉRIA

 

O evento aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), na Escola Municipal Emília Ferreira de Souza e contou com a presença do vice-prefeito, Jorge Amaro, a Procuradora Dr.ª Mariana, vários secretários de governo e vereadores do município.

O Programa Morar Legal levou à comunidade do Jardim Brasília II, 127 títulos de regularização.

O Secretário de Habitação, Oliveira Júnior destacou o trabalho da equipe da pasta e a importância da regularização dos imóveis dos munícipes.

“ É um sentimento de muita gratidão né, hoje nós vamos concluindo 127 títulos , registros os seus imóveis, e a gente trabalha cada vez mais e dando estrutura e amparo para a nossa equipe para que a gente possa adentar ainda mais dentro de alguns bairros que ainda necessita”  disse o secretário

O Governo Municipal segue um cronograma intenso para a regularização de 20 bairros a fim de levar segurança  e dignidade a cada morador.

O Morar Legal é considerado o maior programa de regularização fundiária da região e já beneficiou cerca de 5 mil famílias da cidade,  que residiam em áreas irregulares. O programa entregou a posse legal destes terrenos a um custo zero para cada morador.

VEJA O ÁLBUM DE FOTOS

É o Governo Municipal trabalhando para você.

Prefeitura de Águas Lindas  de Goiás.

Secretaria de Habitação

Um Novo Tempo!

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Secretário de segurança acredita ter visto Lázaro Barbosa: ‘Estava em um vale a 1 km’

Procurado há dez dias, criminoso é suspeito de chacina em Ceilândia. Suspeito foi visto em chiqueiro nesta sexta-feira, mas fugiu novamente para vegetação, segundo a PRF


VÍDEO: Polícia busca criminoso que matou casal e dois filhos no DF
00:00/01:07

VÍDEO: Polícia busca criminoso que matou casal e dois filhos no DF

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, disse na noite desta sexta-feira (18) que acredita ter visto Lázaro Barbosa, de 32 anos, durante buscas na região de Cocalzinho de Goiás. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele foi visto em um chiqueiro nesta tarde, mas fugiu novamente para vegetação.

“A visualização foi de longe. Tenho quase certeza que eu cheguei a vê-lo a 1 km de distância do outro lado de um vale. A movimentação dele foi de uma pessoa que estivesse ferida nas pernas, mas não deu para ver o resto”, informou.

Por volta das 15h40 houve uma intensa movimentação de viaturas da corporação. O secretário deixou a base de operações dez minutos depois para acompanhar as buscas e retornou para o local às 19h48.

Na noite de quinta-feira (17), o secretário informou que Lázaro pode estar ferido por conta de panos que foram encontrados sujos de sangue durante buscas. No entanto, ele reforçou que ainda não há esta confirmação e que os objetos estão sendo periciad

Policia realiza buscas por Lázaro em mata de Girassol  — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Policia realiza buscas por Lázaro em mata de Girassol — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Segundo Miranda, Lázaro está agindo sozinho em um plano “incandescido de fuga”. O secretário informou ainda que, desde segunda-feira (14), foram de três a quatro encontros de policias militares com o suspeito.

Uma barreira com policiais foi montada na BR-070, que dá acesso a Águas Lindas de Goiás na tarde desta sexta-feira. No entanto, Miranda descartou a hipótese do criminoso ter fugido para o município e disse que as buscas vão continuar durante à noite.

"Queremos pegar até amanhã de manhã o Lázaro. Cada dia a gente conhece mais ele. Cada dia a gente conhece mais o terreno. Cada dia a nossa tropa está mais preparada” , disse

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Caiado diz que buscas por Lázaro podem levar até um mês, mas que ele não escapará: ‘Está cercado’

 


VÍDEO: Os passos de Lázaro Barbosa nos últimos dias
00:00/02:52

VÍDEO: Os passos de Lázaro Barbosa nos últimos dias

O governador Ronaldo Caiado (DEM) diz que as buscas por Lázaro Barbosa, suspeito de chacina em Ceilândia, no DF, seguem o máximo de cautela em Cocalzinho de Goiás. A força-tarefa criada para procurá-lo está no 10º dia e conta com mais de 200 policiais.

“Eu pedi o máximo de cautela. Temos tempo. Não precisa atropelar [...] Ele está cercado, dentro da circunscrição e não vai escapar de ser capturado. Pode ter 10, 20, 30 dias”, diz Caiado.

O Ministério da Justiça informou que iria enviar homens da Força Nacional para ajudar nas buscas, mas, até esta sexta-feira (18), eles não haviam chegado.

"Houve a promessa do envio de homens da Força Nacional, mas não foi feito oficialmente pelo Ministério da Justiça”, informou o governador.

G1 solicitou um posicionamento ao Ministério da Justiça, às 19h18, e aguarda uma resposta.

Fotos de Lázaro Barbosa divulgadas pela Polícia Civil — Foto: Montagem G1

Fotos de Lázaro Barbosa divulgadas pela Polícia Civil — Foto: Montagem G1

Caiado explica que o fato de Lázaro conhecer a região é uma "vantagem" para que ele possa se deslocar. A polícia procura pelo criminoso dentro de rios e em matas. Segundo a corporação, por ser caçador, ele se esconde com facilidade.

"Qualquer coisa que aconteça, vindo do sujeito, é muito explicável. Ele é assassino. Tudo depende de como é que ele vai se comportar, se vai reagir, ter processo de ansiedade, enfrentar ou continuar. Ele tem a característica do habitat. Ele sabe onde está pisando", disse.

Segundo o governador, 207 homens da Polícia Militar de Goiás atuam nas buscas a Lázaro. Caiado ressaltou que a orientação é que os trabalhos sejam feitos sem afetar a segurança dos moradores do local.

"Sei da competência dos meus homens e a operação está dentro dos moldes que tem que ser, precipitação não pode haver. Uma coisa é esperar e outra é ter vítima que não tem nada a ver, por alguma ação afoita", informou Caiado.

Ronaldo Caiado em entrevista à TV Anhanguera — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Ronaldo Caiado em entrevista à TV Anhanguera — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Cronologia da fuga

  • Na sexta-feira (11), ele roubou um veículo e fugiu para Cocalzinho de Goiás. Depois colocou fogo no carro;
  • No sábado (12), invadiu uma fazenda, atirou em três pessoas e colocou fogo em uma casa. Nesta ocasião, fez um caseiro refém, usou e obrigou a vítima a usar drogas;
  • No domingo (13), o suspeitou furtou um carro para fugir da polícia, foi visto na BR-070 e acabou abandonando o veículo. A corporação acredita que ele tentava retornar ao DF;
  • Na segunda-feira (14), ele foi filmado por câmeras de monitoramento e teria dormido em um galpão de uma chácara. Pediu comida aos moradores, mas fugiu;
  • Na terça-feira (15), uma moradora de uma fazenda filmou os policiais durante buscas em sua propriedade. Segundo as imagens, Lázaro passou por lá durante a fuga. Mais tarde, ele sequestrou uma família em outra chácara (foram liberados sem ferimentos) e atirou em dois policiais, que foram atingidos de raspão, eles foram levados para hospitais e receberam alta;
  • Na quarta-feira (16), Lázaro Barbosa foi visto por um morador em uma área rural;
  • Na quinta-feira (17), a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Força Nacional vai ajudar nas buscas. Houve um novo tiroteio e ele pode estar ferido.

Leia também