A notícia em primeira mão: Goiás é o sétimo estado no consumo do crack no Brasil

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Goiás é o sétimo estado no consumo do crack no Brasil


A PM de Goiás esta tirando das ruas os viciados que querem fazer tratamentos.
Goiás possui o maior número de municípios com incidência do crack na Região Centro Oeste. Das 246 cidades goianas, 206 foram avaliadas e em 187 delas há o consumo da droga. O levantamento feito em 2011, é da Confederação Nacional dos Municípios (CMN).  Os dados divulgados pela C. N. M. de que no Brasil 98% dos Municípios enfrentam problemas com drogas ilícitas. A primeira entidade a buscar a real situação e a dimensão do uso do crack no país. Diante da pesquisa pode classificar de “imprudência” a posição de governantes que consideram a droga, de grande poder destruidor, como uma “bobagem”.

Parafernália utilizada para fumar o crack.
 Segundo Paulo Zilulkoski em declaração no site da entidade, “Não há dúvidas de que estamos diante de um grave problema de saúde pública. A droga cada vez mais acessível alcança todos os setores da sociedade”. Para ele, a resolução do problema demanda ações integradas e intersetoriais com a participação das três esferas do governo.
O viciado utiliza todos os sistemas para consumir a droga.
 Goiás possui o maior número de municípios com incidência do crack na Região Centro Oeste. Das 246 cidades goianas, 206 foram avaliadas e em 187 delas há o consumo da droga. Ainda na Região Centro Oeste Mato Grosso aparece, com 105 municípios onde consome crack, e mato Grosso do Sul com 60. 
Em todas as cidades já tem a sua cracolândia.
A pesquisa foi realizada e, 4.430 das 5.565 cidades do País. Minas Gerais lidera o ranking de Estado com o maior número de municípios com incidência de crack, com total de 703. Em segundo lugar, está São Paulo com 519; o Rio Grande do Sul, somando 406, aparece em terceiro; e o Paraná em quarto em quarto, com 324, Goiás está em sétimo lugar. A região Sudeste aparece em primeiro lugar, com 93% de cidades com ocorrência da droga, seguida do Centro, com 61%. As regiões Sul, Nordeste e Norte aparecem em 3º, 4º, e 5º lugares, respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também