.

.

Hora Certa pra você

terça-feira, 16 de julho de 2013

PMDB NÃO SE ENTENDE



A novela do PMDB de Águas Lindas, se expulsa ou não o vice-prefeito Luiz Alberto (Jiribita), só deve ter seu capítulo final em agosto. A encrenca aumentou a partir do momento em que o prefeito Hildo do Candango não chamou para compor  a gestão toda a cúpula do partido. Segundo uma fonte apurou, os principais nomes que tinham perfil para a gestão pública, foram convocados. 
Os que não foram chamados ficaram de beiço cumprido e começaram a falar mal do vice Jiribita. É do conhecimento de todos, que o prefeito defende a reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB). Além disso, é um dos maiores defensores da gestão tucana e aliado de primeira hora do governo. Soma-se a esta dedicação o fato de Hildo ser um dos prefeitos de maior prestígio junto ao governo federal e de Goiás. Também faz uma gestão acima da média, conforme pesquisas realizadas no Entorno.
Soma-se a estes predicados, o fato de que Jiribita tem o desejo confesso de candidatar-se a deputado estadual, intenção que desagrada a turma do diretório peemedebista que torce por Junior Batista Friboi ou Júnior Berrante. Caso eles expulsem Jiribita, as portas do PTB de Hildo estão abertas ou do PSD do deputado federal e presidente do partido, Vilmar Rocha. O Chefe da Casa Civil gostaria de tê-lo na legenda, mas se a mulher de Hildo, Aleandra Sousa não for candidata, Jiribita assume o posto. Este é o verdadeiro motivo dos ciúmes dos berrantistas - como diria o personagem Odorico Paraguassu, de Dias Gomes -, se rebelarem.
Ao Jornal Opção o prefeito Hildo disse apenas que, “dentro do possível e da austeridade administrativa, todos os aliados foram contemplados com cargos”. Quanto a questão interna do PMDB, ele não entra no mérito pois trata-se de questões que diz respeito ao partido, mas ele sente muito por estar havendo tanto barulho por algo pequeno. “Todos somos homens públicos e devemos dar exemplo de civilidade e respeito às divergências de opinião”.
A reunião que seria realizada no sábado, 13, foi adiada sem data, pois o presidente do PMDB local, Divino Reis Castro sofreu um enfarto e só deve retornar em agosto. Até lá, Jiribita vai tocando a vida e fazendo planos para o segundo semestre. Se for expulso, tem vários convites de outras legendas e se ficar – hipótese remota – vai manter sua lealdade ao prefeito Hildo do Candango.
Edição 1984 de 14 a 20 de julho de 2013
Wilson Silvestre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também