A notícia em primeira mão: Agentes de Combate a Endemias intensificam ações em Pontos Estratégicos

segunda-feira, 31 de março de 2014

Agentes de Combate a Endemias intensificam ações em Pontos Estratégicos

Seguindo orientações do chefe do Executivo Municipal Hildo do Candango, 
por meio da Secretaria de Saúde e Coordenação de Endemias, os ACEs 
continuam o trabalho de aplicação de UBV leve nos Pontos Estratégicos. 
As equipes de educadores do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização 
Social da Secretaria de Saúde desenvolvem também as ações educativas 
de controle da dengue em vários bairros. Na semana passada, os agentes 
fizeram o trabalho no pátio da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), 
no Jardim Brasília
Entende-se por Ponto Estratégico, os ferros velhos, empresas de transporte 
de cargas, lojas de materiais de construção, borracharias, recauchutadoras, 
floriculturas, cemitérios, delegacias e outros imóveis onde devem ser adotadas 
estas medidas para evitar a existência de criadores de Aedes Aegypti .
Além da aplicação de inseticida é realizado o trabalho de educação em saúde e 
mobilização social, com a equipe de Controle Químico de Vetores da Vigilância 
e pelo Informação, Comunicação e Educação em Saúde (IEC). A pulverização 
espacial, conhecida popularmente como fumacê, consiste na aplicação de 
inseticida por meio de equipamento costal motorizado (acoplado às costas). 
“Esse vetor caracteriza-se pela afinidade por áreas urbanas, onde se prolifera 
nos mais diversos recipientes, geralmente introduzidos no ambiente pelo 
homem com total descuido, a exemplo de pneus velhos amontoados, vasos de 
flores, peças, sucatas, carcaças e garrafas expostas ao tempo, entre outros, 
sem a devida proteção para a realização do controle sanitário necessário à 
redução do risco de contrair a dengue, bem como suas formas mais graves”, 
declara o secretário de Saúde Joézer Paiva.
A equipe técnica estabelece também orientações para adoção de medidas 
indispensáveis, por parte dos estabelecimentos, visando evitar a existência de 
criadouros para o vetor da dengue. Os responsáveis pelo local são orientados 
a manter pátios de construções ou depósitos de maquinários e equipamentos 
limpos, de modo a evitar acúmulo de água em suas superfícies. E ainda manter 
secos e protegidos da chuva quaisquer recipientes avulsos, ou não, suscetíveis 
à acumulação de água. 
A armazenagem e estocagem dos materiais, tais como peças, latarias, 
sucatas, pneus e similares, em estabelecimentos de ferros velhos, empresas 
de transporte de cargas, lojas de material de construção, borracharias, 
recauchutadoras e afins, deve ser feita preferencialmente em estrados, 
cavaletes, prateleiras ou bancais, mantendo os mesmos sempre secos e em 
locais cobertos e ventilados, evitando a exposição dos produtos a chuvas e 
intempéries.
Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura
Fotos: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também