.

.

Hora Certa pra você

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Prefeitura de Águas Lindas e SED entregam carteiras do Programa do Artesanato Brasileiro

Durante a última semana aconteceu no auditório do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) a entrega de 73 carteirinhas do Programa do Artesanato Brasileiro. O programa é vinculado a secretaria de governo da presidência da república e coordenado em Goiás pela secretaria de desenvolvimento econômico por meio de sua gerência de artesanato.
Segundo o gerente de Artesanato da SED e Coordenador Estadual do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB/GO), André Franco a Carteira Nacional do Artesão não tem taxa de adesão, nem anuidade ou mensalidade. O cadastro permite ainda ao profissional comercializar seus produtos em larga escala com emissão de nota fiscal, “O município de Águas Lindas de Goiás tem grande potencial para desenvolvimento na area artesanal, esperamos que a entrega dessas carteirinhas incentive cada vez mais o trabalho desenvolvido pelos artesãos da cidade.” Finalizou André Franco.  
O coordenador ainda elogiou o trabalho desenvolvido pelo Ninho dos Artistas que é presidido pelo senhor Ednaldo Azevedo que há mais de 43 anos trabalha para fazer do município uma grande potencia na area artesanal.
A solenidade contou com a presença do diretor presidente do Ninho dos Artistas Ednaldo Azevedo, da coordenadora do CRAS/CEU Marileide Pereira, dos vereadores suplentes Osmar Resende e Enfermeira Sueli e representando o prefeito Hildo do Candango o atual secretário de cultura, Pastor Inaldo.
Goiás é o Estado que mais cadastrou artesãos e trabalhadores manuais no Programa do Artesanato Brasileiro no período de janeiro de 2015 até junho de 2016, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Governo da Presidência da República. Nesse período, 1704 goianos receberam a Carteira Nacional do Artesão. Isso significa que 9,97% de todos os artesãos e trabalhadores manuais cadastrados no Brasil desde 2015 são de Goiás, superando estados como Ceará (1507), Rio de Janeiro (1276) e Rio Grande do Norte (1187).
Hoje em Goiás existem 4.583 artesãos e trabalhadores manuais cadastrados. Há quatro anos, esse número era de apenas 376. A formalização desses profissionais fez com que o Estado saísse das últimas posições do ranking brasileiro em número total de artesãos para ocupar a 11ª posição.
As unidades do CRAS irão cadastrar novos artesãos para a próxima visita da SED, os interessados deverão levar as suas peças de artesanato, além de uma foto 3x4 recente, e cópias do RG, CPF e de um comprovante de residência até a unidade mais próxima. O cadastramento é gratuito e qualquer artesão residente no Estado de Goiás pode participar e ser cadastrado.
O PAB/GO faz parte da estrutura montada pelo Governo Federal nas 27 unidades da federação para atender aos milhões de brasileiros que têm na atividade artesanal a sua fonte de emprego e renda. Além do seu aspecto econômico, vale ressaltar também que o artesanato é uma das manifestações culturais mais importantes do Brasil e que nos últimos cinco anos o Estado de Goiás vem se destacado bastante neste setor. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também