.

.

Hora Certa pra você

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Celina Leão aposta em campanhas educativas para reduzir mortes no trânsito


A Câmara Legislativa do DF (CLDF) começou a semana defendendo que a educação no trânsito pode fazer a diferença nas estatísticas de acidentes e mortes no trânsito. Nesta segunda-feira (29), encerrou a campanha MAIO AMARELO com sessão solene em reconhecimento aos serviços prestados pelos profissionais que trabalham no trânsito, por iniciativa da deputada Celina Leão (PPS) e do presidente da CLDF, deputado Joe Valle (PDT).

Sob o título ‘Minha Escolha faz a Diferença’ no Trânsito, Celina destacou que neste mês de maio em que se chama a atenção para a importância das escolhas dos motoristas na segurança do trânsito, é preciso despertar a conscientização do cidadão sobre a direção segura. 

“Prestamos homenagem aos profissionais que trabalham no trânsito em prol da prevenção, redução e atendimento de acidentes no transito do Distrito Federal”, esclareceu Celina, destacando que o Maio Amarelo é um movimento internacional que visa chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo. “Temos de chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelados permanentes no trânsito no país e no mundo, mobilizar o seu envolvimento”, justificou.

Celina destacou que cerca de 43 mil pessoas morrem por ano no Brasil vítimas de acidentes de trânsito. E sublinhou que a Câmara Legislativa tem aprovado leis direcionadas à melhoria da mobilidade e conscientização dos motoristas do DF. “Por exemplo, a legislação que permitiu a utilização pelos brasilienses de aplicativos como o Uber, favorece muito nessa prevenção. Hoje, muitas pessoas que saem para beber, deixam seus carros em casa e chamam o Uber. Com isso, os índices de acidentes têm diminuído significativamente em todo o DF”, registrou.

A programação começou com apresentações externas dos trabalhos daqueles envolvidos na educação e no socorro de vítimas, a exemplo do Detran-DF, DER, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, DNIT, Secretaria de Educação do DF e Secretaria de Mobilidade do DF.

Os convidados, entre representantes dos órgãos de trânsito, servidores, autoridades do GDF, alunos da rede pública de ensino do DF, estudantes e professores da Santa Helena, Escola Classe da 411 Norte, Escola Classe Vila RCG do Cruzeiro. Também estavam presente, os guardas mirins de Sobradinho II e São Sebastião e os bombeiros mirins da Estrutural e da Ceilândia, que assistiram as apresentações e vibraram com os cães treinados para busca de material ilegal e também na simulação de resgate.

Na programação ocorrida no Auditório da Casa, os alunos assistiram com atenção as informações dadas pelos personagens “Faixa de Pedestre”, “Semáforo” e a “Morte”, que desenvolveram um diálogo simples e de fácil compreensão pelos pequenos. Cada um dos personagens falou de sua importância para salvar vidas e as consequências no caso de quem não as obedecem, que pode chegar à morte.

No final dos trabalhos, foram entregues moções de louvor e placas àqueles que têm se dedicado às atividades ligadas a área de trânsito do Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também