.

.

HORA CERTA

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Juliano Cazarré fala sobre machismo: “Pode ser eliminado sem dor”

No ar como o Mariano de “O Outro Lado do Paraíso”, Juliano Cazarré falou sobre a desconstrução do estereótipo do “machão” nas tramas mais atuais dos programas de TV. “Aquele machão sem sentimentos não existe e não há mais interesse em cultivar esse personagem. Na atuação contemporânea, o homem é quase sempre representado com um ser cansado, fraco, débil… E isso não é uma reclamação. O homem está mesmo cansado, mas ele está se permitindo chorar, quebrar, pedir ajuda”, declarou o ator em entrevista. O ator também falou sobre o machismo e afirmou que é possível combater o comportamento machista e eliminá-lo aos poucos da rotina. “Olha, eu sou filho de uma sociedade machista, e sei que o machismo pode aparecer em mim – não o machismo de agressão, da violência, mas sim os pequenos machismos. Tento identificar e eliminar logo, pedir desculpa. É a piada com os amigos, sacou? Isso pode ser eliminado sem dor. A vida não vai ficar mais sem graça ou pior se você não falar que a mina é uma galinha, que ela fez isso e fez aquilo…”, disse Juliano Cazarré. Juliano Cazarré também defendeu que é preciso que as mulheres tenham mais espaço e voz na sociedade. “Acho que a gente precisa caminhar para um mundo com uma maior presença do feminino, um mundo mais sensível, capaz de amar, perdoar, se expressar. Homens e mulheres são capazes, mas acho que elas vão trazer isso com mais intensidade, conforme o planeta lhes der mais cargos, voz, espaço e visibilidade“, afirmou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também