.

.

HORA CERTA

sábado, 23 de março de 2019

Águas Lindas de Goiás tem o maior déficit habitacional do interior do Estado

A cidade só perde para a Goiânia em número de famílias que não tem a casa própria, segundo estudo do Instituto Mauro Borges (IMB). São mais de 10 mil famílias, o que corresponde à metade do déficit habitacional da capital. Município recebe investimentos para reverter o número neste sábado
Com mais de 200 mil habitantes, desde a sua emancipação há 23 anos Águas Lindas de Goiás tem sido marcada por um crescimento acelerado. Mas, na mesma velocidade de seu crescimento - é a cidade que mais cresce no Entorno de Brasília - aumenta também seu déficit habitacional, segundo levantamento do Instituto Mauro Borges (IMB), ligado à Secretaria Estadual de Gestão e Planejamento (Segplan).  A pesquisa, que usa dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), aponta que, a cidade possui o maior déficit habitacional do interior de Goiás, só perdendo para a capital.

Segundo os números do IMB, em 2018, existiam 10.076 famílias sem a casa própria em Águas Lindas de Goiás, o que corresponde a cerca de 10% de sua população e a 6,45% do déficit de todo Estado. Apesar de ser um município muito menor do que Goiânia, com cerca de 1,5 milhão de habitantes, seu déficit habitacional chega a corresponder à metade do volume da capital em números absolutos. Quando considerado o déficit habitacional por domicílios improvisados, o município lidera o 1º lugar com relação a domicílios improvisados - barracos, lonas ou em moradia alternativa - concentrando 28% das famílias nessa situação em todo Estado de Goiás.

Na visão do diretor da Tropical Urbanismo, Rodrigo Lima, o primeiro causador do déficit habitacional é o poder de compra das famílias que decaiu muito nos últimos anos em razão da crise econômica e o sonho da casa própria teve de ser adiado. Em sua avaliação, os programas habitacionais do governo federal vem sendo muito importantes para equilibrar o déficit, mas a iniciativa privada também está dando sua contribuição com alternativas mais viáveis.

“A aquisição do lote vem sendo uma alternativa porque tem valor mais acessível e permite que a família construa sua moradia em etapas, de forma planejada com suas possibilidades”, considera ele, que está lançando na cidade neste sábado, 23 de março, um bairro planejado na região central de Águas Lindas de Goiás, o Jardim do Éden, que oferecerá lotes à população. O bairro planejado vai ocupar uma vazio urbano de mais de 440 mil metros quadrados.

Fixação da população
Além da dificuldade econômico, há um contexto específico de Águas Lindas de Goiás que pode ter contribuindo para crescimento do déficit habitacional em níveis mais altos na visão de Rodrigo. “A localização geográfica da cidade atraiu muita gente que busca oportunidades na capital federal, mas muitos não desejavam se fixar definitivamente no município e não se preocuparam em adquirir uma moradia”, avalia.

Contudo, ele percebe mudanças nesse comportamento na medida em que vem aumentando os investimentos da infraestrutura da cidade. “Historicamente, percebemos que, na medida em que um lugar se desenvolve, ela se torna mais agradável, atrativo e gera o sentimento de pertencimento e o desejo de seus ocupantes permanecerem ali”, considera.

Ele salienta uma das contribuições urbanas do bairro planejado nessa direção. Além ocupar um vazio urbano e ser entregue com infraestrutura completa, no Jardim do Éden, será implantada uma praça com 10 mil metros quadrados, beneficiando moradores de cinco bairros. Será equipada com  pista de caminhada e ciclovia, pista de skate, brinquedos infantis e academia, além de um bosque com árvores nativas do cerrado e um espaço destinado ao cultivo de hortaliças.

A praça, que já está em obras, tem investimento integral feito pelo grupo empreendedor por convergir com propósito de proporcionar mais qualidade de vida à população de Águas Lindas de Goiás e contribuir para a fixação da moradores na cidade. “A iniciativa vai ao encontro do propósito da Tropical Urbanismo que, em mais de 40 anos de história, dedica-se a desenvolver espaços urbanos que possam tornar melhor o cotidiano de seus usuários” explica o diretor de empreendimentos do grupo Tropical Urbanismo, Rodrigo Lima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também