.

.

HORA CERTA

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Fórum de Águas Lindas cria projeto “Reeducando cidadão”

O Fórum de Águas Lindas de Goiás em parceria com a Prefeitura e com a
Unidade Prisional do município criaram o projeto “Reeducando cidadão”. A
iniciativa visa utilizar a mão de obra dos presos que possuem um bom
comportamento em benefício da sociedade.
Segundo o estudo realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cada
presidiário gera um custo de aproximadamente R$ 2.400 para o estado. Esses
custos refletem gastos com sistema de segurança, contratação de agentes
penitenciários e outros funcionários, serviços como alimentação e compra de
vestuário, assistência médica e jurídica, entre outros.
De acordo com o Juiz Dr. Felipe Levi, responsável por desempenhar o projeto
no município, a idéia é fazer com que o detento consiga ressarcir uma parcela
do que o estado gasta com ele.
“Esse projeto é relevante para o município porque vai utilizar a mão de obra do
detento em prol da comunidade, então o gasto que o município teria ao ter que
contratar funcionários para desempenhar obras em praças, prédios públicos,
pode ser revertido à zero. Outra vantagem deste projeto é que ele ensina o
detento a ter uma profissão e consegue inseri-lo no contexto social”, afirmou o
Juiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também