A notícia em primeira mão: Projeto Evasão Zero em Águas Lindas combate desistência escolar

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Projeto Evasão Zero em Águas Lindas combate desistência escolar

O Projeto Evasão Zero criado pela Prefeitura de Águas Lindas por meio da
Secretaria Municipal de Educação, tem como objetivo o combate a desistência
escolar, por meio de ações articuladas entre este projeto e as escolas
municipais de Águas Lindas.
Através de pesquisas diárias no Sistema Integrado de Gestão (SIG), que
permite o acesso aos dados das unidades escolares por meio de
monitoramento, o número de faltas é detectado e quando constatado o possível
motivo destas, as equipes profissionais do Projeto Evasão Zero realizam visitas
as residências destes alunos, buscando diálogo com os seus responsáveis,
tendo assim a solução para a ausência do aluno em sala de aula.
Este projeto é interdisciplinar, ou seja, envolve diversas políticas sociais, onde
as equipes do projeto ao identificarem o motivo das faltas do aluno o
encaminham para unidades de proteção social, onde são administradas
medidas preventivas evitando assim a desistência total do aluno.
Para o secretário municipal de Educação, Deusimar Macedo, o projeto é
fundamental para aproximar a gestão escolar e a comunidade de pais e alunos.
“O Projeto Evasão Zero é a soma de forças das políticas sociais para evitar não
somente o número de faltas dos alunos, mas a desistência escolar.
Nós temos o apoio do prefeito Hildo do Candango que estimula o nosso projeto
municipal sempre buscando recursos para melhorar a qualidade de ensino dos
nossos alunos.
Temos também a madrinha do projeto, a primeira-dama e secretária de
Assistência Social, Aleandra Sousa, que incentiva nossos profissionais com
ações voltadas para o atendimento cada vez mais humanizado aos nossos
alunos e seus familiares”, disse o secretário Deusimar Macedo.
Somente no primeiro semestre de 2019 o Projeto Evasão Zero tinha um total
de 412 de alunos em risco de evasão escolar, portanto foram realizadas as
seguintes intervenções:
- 285 alunos foram atendidos via contato telefônico;
- 84 alunos foram encaminhados para Conselho Tutelar;
- 02 alunos foram encaminhados para o Departamento de Psicologia do Smect;
- 142 visitas domiciliares foram realizadas;
- Somente 12 alunos não foram encontrados durante as visitas domiciliares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também