A notícia em primeira mão: Iris Rezende assina lei que cria Museu Frei Confaloni

domingo, 13 de outubro de 2019

Iris Rezende assina lei que cria Museu Frei Confaloni

Acompanhado de artistas e de representantes da cultura em Goiás, o prefeito Iris Rezende assinou nesta quarta- -feira (9/10) a lei que estabelece a criação do Museu Frei Nazareno Confaloni, localizado na Estação Ferroviária. O espaço restaurado recentemente pela gestão municipal vai abrigar painéis e peças de um dos mais importantes nomes do campo das artes plásticas que se formou no país nos anos 1950. Durante o lançamento do museu, o desenhista Amaury Menezes, representando a família de Confaloni, realizou a doação oficial da primeira obra do artista, que data de 1935, e da última, de 1977. Em seguida, o prefeito Iris Rezende afirmou que o novo ponto cultural tem a missão de promover a ocupação permanente do prédio da antiga estação. “O Museu Frei Nazareno Confaloni vai se tornar um símbolo da memória da nossa cidade. Quero reafirmar que o lançamento deste espaço é muito expressivo para todos nós, pois confirma que Goiânia está preservando o seu patrimônio histórico e trazendo vida e movimento para a Região Central da cidade”, disse. Durante o evento, Amaury Menezes, que começou seus estudos de pintura com o Frei Nazareno Confaloni na Escola de Belas Artes da então Universidade Católica de Goiás, também cedeu à Prefeitura de Goiânia mais de 100 desenhos originais do artista italiano que dá nome ao novo espaço cultural. “Esses projetos e esboços ficaram guardados desde então, mas agora eles passam a compor o acervo do museu e poderão ser conferidos pela população e frequentadores da Estação Ferroviária de Goiânia”, pontuou. Presente no evento, o vereador Anselmo de Oliveira destacou que a atual gestão está investindo na requalificação do centro de Goiânia e que isso é fundamental para a cultura e para a ocupação dos espaços públicos. “Estamos vivenciando um momento singular em Goiânia, pois nunca imaginei que veríamos a Rua 8 sendo restaurada e devolvida para a população. Há pouco tempo passei pela região do Grande Hotel, na Avenida Goiás, e vi que ele está totalmente entregue à cultura goiana”, salientou. O ato que instituiu o novo museu foi acompanhado ainda pelo titular da Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia (Secult), Kleber Adorno, pelo poeta e romancista, Miguel Jorge, e demais artistas e religiosos que conviveram com o Frei Nazareno Confaloni

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também