A notícia em primeira mão: Notícia do Entorno – Presidente da AMAB, Hildo do Candango luta para promover melhorias nas rodovias do Entorno de Brasília

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Notícia do Entorno – Presidente da AMAB, Hildo do Candango luta para promover melhorias nas rodovias do Entorno de Brasília

O presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília – AMAB,
Hildo do Candango está unido forças em âmbito federal, estadual e municipal
para promover melhorias nas rodovias que ligam o Entorno a capital federal.
De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos
Transportes – CNT foram analisados 7.500 km de rodovias em Goiás. Deste
número, 70,6% da malha rodoviária pavimentada apresenta algum tipo de
problema, sendo considerada regular, ruim ou péssima. Somente 29,4% da
malha é considerada ótima ou boa.
A sinalização das rodovias é outro quesito que precisa melhorar. Segundo a
pesquisa, 66,6% da extensão é considerada regular, ruim ou péssima.
Somente 33,4% é considerada ótima ou boa. Além disso, a faixa central é
inexistente em 6,2% da extensão e as faixas laterais são inexistentes em
12,4%.
Durante a pesquisa também foi constatado a falta de acostamentos em 55,4%
dos trechos avaliados. Nos locais com curvas perigosas, 33,4% não possui
acostamento. A pesquisa também apontou 26 pontos críticos em Goiás, sendo
3 erosões na pista, 1 ponte caída e 22 trechos com buracos grandes.
Segundo os especialistas para recuperar as rodovias em Goiás, com ações
emergenciais de manutenção e de reconstrução, são necessários R$ 4,27
bilhões. No entanto, o governo federal autorizou 282,37 milhões para realizar
as obras de infraestrutura rodoviária. Deste valor, só foram investidos cerca de
130 milhões até setembro (45,9%).
O presidente da AMAB, Hildo do Candango destacou a importância de
melhorar a pavimentação e a sinalização das rodovias.
“É fundamental que essas rodovias recebam manutenção para proporcionar
mais segurança para todos os moradores. Como presidente da AMAB, tenho
lutado para melhorarmos as condições das rodovias do Entorno de Brasília. A
atual situação das rodovias reflete diretamente nos cofres públicos. No último

ano, por exemplo, o prejuízo gerado pelos acidentes ultrapassou R$ 480
milhões. No mesmo período, o governo gastou R$ 138 milhões com obras de
infraestrutura rodoviária de transporte. Além disso, as condições da
pavimentação asfáltica refletem diretamente no aumento de custo do
transporte, ou seja, afeta diretamente na competitividade do Brasil e no preço
dos produtos”, comentou Hildo do Candango.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também