A notícia em primeira mão: Notícia de Águas Lindas – Águas Lindas participa da virada ambiental com plantio de mudas nativas do cerrado

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Notícia de Águas Lindas – Águas Lindas participa da virada ambiental com plantio de mudas nativas do cerrado

O dia 22 de novembro foi instituído pela Lei 20.552 como o Dia Estadual da
Consciência Ambiental. Neste ano, Goiás promoveu a Virada Ambiental, com o
plantio de milhares de mudas por todo o Estado. Mais de 136 municípios
aderiram à ação, cada um responsável pelo plantio de, no mínimo, mil mudas.
Em Águas Lindas, a atividade ambiental foi realizada na reserva do Parque
Estadual de Águas Lindas de Goiás, com envolvimento da Força Nacional de
Proteção Ambiental, Fuzileiros Navais, Agentes de Saneamento Básico e
voluntários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.
A Virada Ambiental é uma ação de sensibilização de toda a população de
Goiás sobre a necessidade do plantio de espécies nativas do Cerrado.
O projeto conta com a parceria e o apoio de diversas instituições públicas,
governamentais e da sociedade civil, ligadas ao meio ambiente, ao ensino e à
pesquisa, além das prefeituras que aderiram à proposta.
A intenção do projeto é incentivar a população a abraçar a causa e também
participar do evento, fazendo com que ele seja uma ação permanente e
precursora de outras iniciativas ambientais em nível nacional.
O prefeito Hildo do Candango destacou a importância desse projeto para
Águas Lindas de Goiás.
“Nosso município está participando do plantio de mil mudas nativas do cerrado
na reserva do Parque Estadual Águas Lindas. Essas questões ambientais
merecem ser discutidas, pois sem a preservação do meio ambiente estamos
sujeito a causar danos irreparáveis na natureza. É hora de darmos uma virada
ambiental para deixarmos um planeta melhor para as gerações seguintes”,
afirmou.
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
A Virada Ambiental também está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Eles compõem
a agenda de ações que devem ser implementadas por todos os países do

mundo até 2030. Entre os objetivos, estão medidas ligadas à conservação dos
recursos naturais e à proteção e recuperação dos ecossistemas e da
biodiversidade.
Goiás possui atualmente cerca de 38% de vegetação nativa de Cerrado, sendo
o restante utilizado essencialmente para pastagem e agricultura. A degradação
do bioma traz graves consequências para o meio ambiente e para o ser
humano.
A vegetação captura o carbono da atmosfera (responsável pelo efeito estufa),
regula o fluxo de água no período de secas e enchentes, regula os níveis do
lençol freático, controla a temperatura e a qualidade dos solos e contribui para
a preservação da diversidade biológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também