A notícia em primeira mão: Notícia de Goiás – Estado de Goiás receberá R$ 13 milhões para educação integral

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícia de Goiás – Estado de Goiás receberá R$ 13 milhões para educação integral

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que direcionará cerca de R$ 118,3
milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para
reforma e funcionamento de escolas de ensino médio em tempo integral
(manhã e tarde) em 18 estados.
Os recursos poderão ser utilizados para contratação de obras para as escolas
e compra de novos equipamentos (despesas de capital) ou para o pagamento
de contas como águas, luz, telefone (despesas de custeio).
Esse dinheiro faz parte da parcela do Programa de Fomento às Escolas de
Ensino Médio em Tempo Integral. A primeira parcela foi liberada em novembro
do ano passado. Ao todo, são 1027 escolas que já participam da iniciativa.
A portaria publicada no Diário Oficial da União descreveu o volume de recursos
a serem repassados para cada Estado. Todas as regiões serão contempladas.
As escolas beneficiarias ofertam carga horária superior a 35 horas semanais –
ou 7 horas diárias.
A carga horária do ensino médio não integral no Brasil é de 20 horas semanais
– 4 horas por dia. Com a reforma do ensino médio sancionada em lei em 2017,
a carga horária dos estudantes secundários aumentará para 25 semanais ou
cinco horas por dia.
Educação Integral é meta do Plano Nacional de Educação

Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas
públicas, é uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE). O intuito é
que pelo menos 25% dos alunos da educação básica sejam atendidos.
Composto por 20 metas, o PNE foi sancionado em 2014 e estabeleceu
diretrizes e estratégias para a educação brasileira em um período de dez anos.
O Ministério da Educação (MEC) anunciou a meta de atingir 500 mil novas
matrículas em tempo integral até 2022 – hoje são 230 mil – por meio do
Compromisso Nacional pela Educação Básica, apresentado em julho. A meta é

revitalizar o programa Novo Mais Educação, diminuir a evasão e melhorar os
indicadores educacionais.
Educação Integral em Goiás
Goiás receberá R$ 13 milhões para promover a educação integral no Estado.
O presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília – AMAB,
Hildo do Candango destacou a importância desse incentivo federal para a
educação integral das escolas estaduais de Goiás.
“Como presidente da AMAB, reconheço a importância do ensino integral para o
nosso Estado. O Ensino Médio em período integral permitirá mais tempo de
estudo e qualificação, que facilitará futuramente a inserção desses alunos na
universidade. Os resultados tendem a ser positivos, com relação também a
mais oportunidades de empregos para os nossos educadores no estado de
Goiás, entre outros estados que receberão também este incentivo”, afirmou
Hildo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também