A notícia em primeira mão: Novos cartões para usuários do transporte coletivo

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Novos cartões para usuários do transporte coletivo

 Já estão disponíveis os novos modelos do Cartão Mobilidade, que dão acesso ao Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal. São quatro tipos com novo visual, todos válidos para acesso integrado aos ônibus e ao metrô. As novas mídias estão sendo lançadas pelo BRB Mobilidade, em parceria com a Secretaria de Transportes e Mobilidade. A medida é mais um incentivo para que as pessoas paguem suas passagens por meio eletrônico, de acordo com as orientações das autoridades de saúde. O uso do cartão, em vez de dinheiro, ajuda a evitar o contágio da Covid-19. O usuário que já possui qualquer categoria do Cartão Mobilidade não precisa trocá-lo, pois o antigo continuará funcionando normalmente. A substituição será gradual. As novas mídias estarão disponíveis para quem for adquiri-las pela primeira vez ou para aqueles que pediram segunda via. Além de ajudar a reduzir a transmissão do novo coronavírus, o uso do Cartão Mobilidade traz vantagem financeira para o usuário. O cartão permite que o passageiro utilize os benefícios da integração – o que não é possível para quem paga a passagem em dinheiro. Com ele, em vez de pagar duas ou três passagens, a pessoa pode fazer até três embarques – desde que sejam em sentido contínuo e no prazo máximo de até três horas entre o primeiro e o último embarque. É possível combinar, por exemplo, uma parte do trajeto por meio de micro-ônibus, depois embarcar no metrô ou BRT até a Rodoviária, e completar o percurso em outra linha de ônibus. A integração pode ser feita em qualquer parada de ônibus, estações do Metrô e nos terminais rodoviários do Distrito Federal. O valor máximo da passagem integrada para quem utiliza cartão é de R$ 5,50, mesmo que se utilize em trajetos de diferentes preços. Por exemplo: se o usuário usa uma linha circular interna, que custa R$ 2,70, depois integra com o metrô, a R$ 5,50 e, por último, embarca em uma linha de curta duração, a R$ 3,80, o valor final de toda a viagem será de R$ 5,50 desde que utilize o cartão. Se essa mesma pessoa optasse por usar dinheiro, pagaria, pelos mesmos trajetos, R$ 12.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também