A notícia em primeira mão: Sem provas, Bolsonaro afirma que pandemia "está acabando" e acusa Doria de autoritarismo

sábado, 31 de outubro de 2020

Sem provas, Bolsonaro afirma que pandemia "está acabando" e acusa Doria de autoritarismo

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que a pandemia da Covid-19 "está acabando" no Brasil e voltou a alfinetar o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), acusando o tucano de ser autoritário por querer obrigar a imunização no estado paulista. A fala do chefe de Estado foi feita para apoiadores do Governo Federal e transmitida em site bolsonarista, nesta sexta-feira, 30, conforme informações do jornal A Folha de S.Paulo. Segundo reportagem, Bolsonaro conversava com os adeptos de seu mandato quando afirmou que a pandemia está chegando ao fim no País e que, por esse motivo, Doria estaria tentando "imunizar logo" a população em São Paulo. O mandatário alegou que o governador quer aproveitar o momento para vacinar populares e garantir que o gesto seja visto como o responsável pelo término da crise sanitária. Na ocasião, o chefe do Executivo federal não apresentou dados que comprovassem o fim da pandemia no Brasil. De acordo com último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), o País registrou 26.106 novos diagnósticos positivos e 513 óbitos somente entre quarta-feira, 28, e quinta-feira, 29. A Europa, que foi foco da Covid-19 antes do Brasil, enfrenta atualmente uma segunda onda de casos e estima-se que o País também enfrente agravamento nos próximos meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também