A notícia em primeira mão: Novo decreto de Goiânia aumenta horário de funcionamento de bares e academias e libera eventos corporativos

terça-feira, 27 de abril de 2021

Novo decreto de Goiânia aumenta horário de funcionamento de bares e academias e libera eventos corporativos

 



Novo decreto de Goiânia aumenta horário de funcionamento de bares e restaurantes — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Novo decreto de Goiânia aumenta horário de funcionamento de bares e restaurantes — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O novo decreto da Prefeitura de Goiânia publicado na tarde desta terça-feira (27) aumentou o horário de funcionamento dos bares, restaurantes e academias, além de permitir shows ao vivo com até quatro músicos e liberar eventos corporativos. O documento vale até 11 de maio. O comércio não essencial continua autorizado a funcionar todos os dias da semana (veja as regras ao fim do texto).

Conforme o decreto, o uso de espaços comuns de condomínios horizontais e verticais estão autorizados, mas com restrições e mediante agendamento. O ensino superior também voltará a funcionar de acordo com o texto.

Comércio e feiras poderão funcionar durante toda semana, seguindo todos os protocolos sanitários, como uso de máscaras, higienização das mãos e sem aglomerações.

Goiânia tem, até esta terça-feira, 146.221 moradores contaminados com o coronavírus e 4.382 mortes. Na rede municipal de saúde, 12.893 pessoas estão internadas para tratar a doença, sendo que 5.756 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Veja as regras do novo decreto:

Horários de funcionamento:

  • Comércio: 9h às 17h
  • Serviços: 12h às 20h
  • Bares e restaurantes: 11h às 1h
  • Shoppings e galerias: 10h às 22h
  • Salões e barbearias: 12h às 21h
  • Academias: 5h às 22h
  • Distribuidoras de bebidas: 6h às 22h

Regras:

  • Bares e restaurantes: 50% da capacidade de pessoas sentadas e autorizada a apresentação, exclusivamente, de música ao vivo do tipo “voz e violão” limitada a quatro integrantes;
  • Panificadoras, padarias e confeitarias: sendo permitida a modalidade self service com a lotação máxima de 50% da capacidade de pessoas sentadas;
  • Academias: 30% da capacidade de acomodação, mediante agendamento;
  • Escolas: permitida abertura do ensino privado (infantil, fundamental, médio e superior). Distanciamento entre os alunos, professores e funcionários de 1,5 metro;
  • Construção civil: funcionamento exclusivamente de segunda a sexta-feira, desde que seja fornecido transporte próprio aos empregados;
  • Serviços de saúde: ambulatorial com 50% da capacidade e agendamento prévio;
  • Cursos livres: 30% da capacidade;
  • Esportes: limitados a quatro integrantes;
  • Eventos públicos e privados: permitida a realização de eventos presenciais exclusivamente corporativos nos termos de Nota Técnica a ser editada pela Secretaria Municipal de Saúde;
  • Espaços comuns em condomínios: fica autorizado o uso mediante agendamento, adotado critério de distanciamento dee 2,25 metros quadrados;
  • Feiras livres e especiais: proibidos o funcionamento de restaurantes e praças de alimentação, o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras aos frequentadores. As feiras também devem manter funcionamento máximo de 50% do total de bancas ou barracas.

Para o Centro Cultural Mercado Popular da 74, o decreto estipulou regras específicas, com a proibição de apresentação de atividades ao público:

  • na parte relativa ao centro comercial, das 9h às 17h;
  • na parte relativa a bares e restaurantes, das 11h às 23h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também