A notícia em primeira mão: Produção goiana de grãos deve atingir 28,1 milhões de toneladas

quinta-feira, 9 de junho de 2022

Produção goiana de grãos deve atingir 28,1 milhões de toneladas

 Em sua 9ª rodada, Levantamento da Safra de Grãos 2021/2022 da Conab confirma recorde no volume de grãos no ciclo atual. Produtividade média de soja em Goiás deve ser a maior do País. As projeções indicam ainda uma produtividade média de 4,3 toneladas por hectare no Estado

As 28,1 milhões de toneladas colocam Goiás como terceiro maior produtor nacional de grãos entre os estados e o Distrito Federal

A produção goiana de grãos deve totalizar 28,1 milhões de toneladas na Safra 2021/2022. O volume representa um crescimento de 14,3% em relação à Safra 2020/2021. Os dados são do 9º Levantamento da Safra de Grãos 2021/2022, divulgado nesta quarta-feira (8/6) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As projeções para Goiás indicam ainda uma produtividade média de 4,3 toneladas por hectare (+11,7%) e uma área cultivada total de 6,6 milhões de hectares (+2,3%).

“Os produtores goianos estão entregando um desempenho histórico. O volume é recorde, e isso precisa ser valorizado, mas também estamos alcançando as primeiras posições em produtividade em muitas das principais culturais. Isso é fruto de muito trabalho, conhecimento e investimento em tecnologia”, ressalta o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça.

As 28,1 milhões de toneladas colocam Goiás como terceiro maior produtor nacional de grãos entre os estados e o Distrito Federal. Sozinha, a soja deve responder por 16,0 milhões de toneladas, alta de 10,2% na comparação com o ciclo anterior. Conforme a Conab, Goiás deve entregar o segundo maior volume de soja do País e a maior produtividade, com 4,0 toneladas por hectare (+7,8%).

Vem do milho outra importante contribuição para o recorde da safra estadual de grãos. Segundo a Conab, Goiás deve produzir 10,2 milhões de toneladas de milho na Safra 2021/2022. O resultado representa um aumento de 20,9% em relação à safra passada e posiciona o Estado como quarto maior produtor nacional. A estimativa para a produtividade média do grão também é de crescimento (+15,8%), atingindo 5,3 toneladas por hectare.

O 9º Levantamento da Safra de Grãos 2021/2022 aponta ainda que Goiás deve manter a liderança nacional nas produções de sorgo e girassol. A perspectiva para a produção goiana de sorgo é 1,2 milhão de toneladas (+36,7%), com produtividade média de 3,2 toneladas por hectare (+34,3%). Já a produção goiana de girassol deve alcançar 40,8 mil toneladas (+104,0%). Além do maior volume do País, o Estado deve emplacar a maior produtividade nacional de girassol, com 1,6 tonelada por hectare (+56,8%).

Em nível nacional, de acordo com a Conab, a produção total de grãos deve somar 271,3 milhões de toneladas na Safra 2021/2022. O crescimento projetado é de 6,2% em relação à Safra 2020/2021.

IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulgou, nesta quarta-feira (8/6), uma nova rodada do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA). O órgão manteve as estimativas de aumento das produções de cana-de-açúcar (+3,4%), café arábica (+4,2%) e uva (+13,4%), o que deve posicionar o Estado como terceiro, sétimo e décimo maior produtor nacional destas culturas, respectivamente. O levantamento também mostra que, apesar da queda prevista de 4,0%, Goiás deve manter a primeira colocação no ranking dos maiores produtores de tomate entre os Estados e o Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também