A notícia em primeira mão: Notícia de Goiás – Governador Caiado avalia novas medidas contra coronavírus após aumento de mortes no Estado

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Notícia de Goiás – Governador Caiado avalia novas medidas contra coronavírus após aumento de mortes no Estado


Depois do decreto de flexibilização o Estado de Goiás registrou novos casos de
coronavírus. De acordo com último boletim epidemiológico divulgado pela
Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), há 1.027 casos de doença
pela Covid-19. Destes, há 44 óbitos confirmados.
Atualmente Goiás possui 10.555 casos suspeitos em investigação. Outros
3.312 já foram descartados. No Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr.
Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) há 191 amostras em análise.
O governador de Goiás, Ronaldo Caiado lamentou o aumento
de mortes provocadas pelo novo coronavírus. O gestor vem se queixando
sobre o não cumprimento das determinações de segurança desde a retomada
de várias atividades econômicas e admitiu pensar em fechar o comércio
novamente para combater a Covid-19.
Depois da permissão de reabertura de determinados comércios, aconteceram
episódios de tumultos e aglomerações em vários municípios goianos. “Estou
muito preocupado. Esse momento exige compromisso de todos, não podemos
jogar por terra todo o esforço feito para conter o avanço da pandemia em
Goiás. Não brinquem”, alertou Caiado.
O presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) e
prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango está orientando os
prefeitos e prefeitas da Região Metropolitana do Entorno a intensificarem a
fiscalização ao cumprimento dos protocolos estipulados para a reabertura dos
comércios.
“Com a liberação das atividades comerciais muitos municípios goianos
registraram episódios de tumultos e aglomerações. Como presidente da AMAB,
estou orientando todos os prefeitos e prefeitas da Região Metropolitana do
Entorno a intensificarem as fiscalizações ao cumprimento dos protocolos
estipulados para os comércios e seguirem a risca todas as orientações dos
órgãos sanitários para assegurarmos a saúde da população. É importante

ressaltar que a partir do levantamento desta fiscalização, alguns setores
poderão ser fechados novamente”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também