A notícia em primeira mão: Decretada prisão de PMs que arrastaram e mataram homem dentro de casa, em Trindade

domingo, 20 de março de 2022

Decretada prisão de PMs que arrastaram e mataram homem dentro de casa, em Trindade

 De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público "os denunciados são contumazes em desenvolver ações policiais que resultam em óbitos de civis".

Foi decretada nesta segunda-feira (21/3) a prisão de cinco policiais militares que foram filmados arrastando e matando um homem dentro de casa, em Trindade, na região metropolitana da capital. O caso aconteceu no dia 10 de dezembro de 2021.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público “os denunciados são contumazes em desenvolver ações policiais que resultam em óbitos de civis”.

Conforme consta no documento, um dos policiais já esteve envolvido em, pelo menos, cinco mortes decorrentes de intervenção policial somente em 2021. Os outros quatro policiais participaram de ações que resultaram na morte de três pessoas em um curto período de tempo, entre 27 de outubro e 10 de dezembro do ano passado.

A defesa dos militares envolvidos não foi localizada, mas o espaço segue aberto para manifestação.

Decretada prisão de PMs que arrastaram e mataram homem dentro de casa, em Trindade
Wilker Darcian Camargo. Foto: Arquivo pessoal

Relembre o caso do homem arrastado e morto por PMs dentro de casa, em Trindade

À época, o boletim de ocorrência registrado pelos envolvidos apontava que o jovem morto, identificado como Wilker Darcian Camargo, era suspeito de ter envolvimento com o tráfico de drogas. Ele teria, inclusive, reagido a uma abordagem da polícia.

Informações mostram que Wilker foi visto pelos militares entrando em açougue, onde pegou uma sacola, que supostamente continha drogas, e saiu em um carro.

Ao perceber que estava sendo seguido, o rapaz tentou fugir da abordagem. A equipe envolvida no caso informou que o suspeito, durante a fuga, atirou diversas vezes contra os policiais e acabou batendo o carro. Na tentativa de fugir a pé, teria entrado na casa de um vizinho.

Veja o vídeo do momento da ação:

[custom_player src=’zoevideos.net/player/s8b195333-42cf-4885-b3fb-3aa15e57a2b0′]

De acordo com o pai de Wilker, que é policial militar aposentado, os entorpecentes encontrados no carro em que o rapaz estava teriam sido colocados pelos militares. Além disso, ele afirma que o filho estava desarmado no momento da ação e que os militares estavam tentando extorqui-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também