A notícia em primeira mão: Prefeitura de Águas Lindas sobe o sinal de alerta contra a Dengue no Município

terça-feira, 3 de maio de 2022

Prefeitura de Águas Lindas sobe o sinal de alerta contra a Dengue no Município

 

A Prefeitura de Águas Lindas Goiás através da Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde sobe o alerta
para os cuidados com a Dengue, Chikungunya e a Zika.

As equipes da secretaria de saúde e vigilância em saúde vem realizando ações de fiscalização e educação nas residências, áreas abertas. Já as equipes da Secretaria de Obras, realizam limpeza de áreas públicas e até mesmo áreas particulares que estão sem manutenção e que acabam oferecendo risco coletivo à saúde de comunidades inteiras nos bairros.

DIFERENÇA DE SINTOMAS ENTRE AS DOENÇAS

As três doenças são muito parecidas e podem ser confundidas, entretanto, existem diferenças no quadro clínico que podem ajudar na distinção.

Dengue: o primeiro sintoma da Dengue é a febre alta, entre 39° e 40°C. Tem início repentino e geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça,
dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira no corpo. Pode haver perda de peso, náuseas e vômitos:

Chikungunya: também de início súbito de febre, que pode ser alta, porém menor que no caso de Dengue, dor muscular e nas articulações (estas são mais exuberantes que em Dengue e Zika),
dor de cabeça e exantema (erupção na pele). Os sinais costumam durar de 3 a 10 dias.

Zika: tem como principal sintoma o exantema (erupção na pele) com coceira, febre baixa (ou ausência de febre), conjuntivite (olhos vermelhos sem secreção ou coceira),
dor nas articulações, dor nos músculos e dor de cabeça. Normalmente os sintomas desaparecem após 3 a 7 dias.

A Dengue e Chikungunya têm sintomas e sinais parecidos, enquanto a Dengue se destaca pelas dores nos corpo, a Chikungunya se destaca por dores e inchaço nas articulações.
A Zika se destaca por uma febre mais baixa (ou ausência de febre), muitas manchas na pele a coceira no corpo.

O hemograma ajuda muito da diferenciação dos quadros. Uma vez que a queda nas plaquetas e a leucopemia são mais exuberantes na Dengue e quase inexistente na Zika.

Fonte: Ministério da Saúde

QUAIS OS CUIDADOS PARA AJUDAR A COMBATER TAIS DOENÇAS?

  • Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.
  • Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
  • Não jogue lixo em terrenos baldios.
  • Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.

 

 

O avanço da dengue em Goiás fez o Estado chegar a segunda posição em número de mortes pela doença em 2022, com 6 casos já nos primeiros 3 meses do ano. Apenas a Bahia está a frente.
Além disso, os goianos lideram uma lista com mais casos confirmados da doença no país, chegando a 35 mil contaminados.

 

A ATUAÇÃO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE DE ÁGUAS LINDAS

A Secom conversou com o Diretor de Vigilância em Saúde, Euder Vieira que em entrevista informou sobre o raio-x das ações  efetivas no combate à dengue doeças afins:

Secom – Quais as medidas preventivas o município está tomando no combate à dengue?

Euder Vieira – A Secretária de Saúde através da Vigilância Em Saúde, elaborou o Plano de Contingência o qual está sendo colocado em prática em duas vertentes. Uma no atendimento ao paciente com dengue e outra no combate ao vetor com ações em conjunto com as demais secretarias.

 

Secom – Qual o quadro geral de profissionais nas ruas nesse combate?

Euder Vieira – Estamos com um quadro de 53 profissionais no combate direto ao Mosquito da Dengue.

Secom – Quais os principais desafios dessas equipes nos domicílios que estão fechados?

Euder Vieira – Concientizar os moradores que a dengue é um problema de todos e mostrar que a mais de 50% dos focos estão dentro das residências.

Secom – Quais as principais recomendações a cada morador na sua responsabilidade também de
combater a proliferação do mosquito vetor da dengue?

Euder Vieira – Verificar se a caixa d’água está aberta, limpeza das calhas para não acumular água, evitar ter plantas com Águas e se tiver, trocar a água no mínimo uma vez por semana dentre outras medidas para evitar o acumulo de água.

 

Cada um de nós é importante nessa guerra contra a Dengue!
Vamos todos contra o Aedes Aegypti, o mosquito transmissor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prezado(a) Visitante

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, publicarei e o responderei.
Volte para saber a resposta.

* Mas qualquer comentário ofensivo e insultuoso será
ignorado e não será respondido.

¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`• Um abraço¸¸.•´¯`•.¸¸•.¸¸.•´¯`•

Leia também